CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ZÉZITO

ZÉZITO Eu tenho um gatinho, que podia muito bem ser um tigre. E ele tem um Jorge, que podia muito bem ser um gato. Só não sei se eu o entendo tão bem, como bem ele me conhece. Esconde, esconde… é um ver que desaparece; é um desaparece, que mais parece um desaparecer: cega-me, com tal destreza, que ora o vejo, ora por si mesmo se merece. Tem nome vulgar, coisa que em nada ele é…parece um “Senhor”, que põe e dispõe, de minha simplicidade… phs…phs…phs, vem ao pai, bichano…?! e o que é que ele tece?... … espreguiçasse, a bom espreguiçar!, e só vem… quando lhe apetece! Muito gosta ele de estar à janela, aprofundando a vista no imenso vazio. E anda à caça de moscas, no vidro: mil torpecias, que o engrandece. Água?... ah, ah, chora que se desunha, se vai a banho – entorpece. Miau!... Miau!... Mia ele! E mete-me a unha na carne. Ai, Jesus, que dor! Mais manso, enrolo-o num pano bem quente, e seco-o - o que ele agradece. De manhã, com energia, para dar e vender, tudo estremece à sua passagem. Põe-me os cabelos em pé, pois quase sempre me ilude - e sobe aos mais altos dos armários, para ver o que acontece, vendo-me lá em baixo pequenino. Apesar de tudo vem até mim, se entristece: Ou lhe falta a brincadeira ou a vontade de carícias, e de nossas conversas! Vai para onde eu vou, antes de começar a dormir: e nunca se aborrece. Eu tenho um gatinho, que ao pé dos outros, não desmerece. Este, apesar de suas tropelias, é-nos leal e bom amigo… Se adoecemos fica a nosso lado, horas e horas, até que o mal empobrece. Jorge Humberto 19/04/2020 Santa-Iria-da-Azóia MEU BLOG: https://jorgehumbertopoesia.blogspot.com/

Submited by

terça-feira, maio 5, 2020 - 17:42

Poesia :

No votes yet

Jorge Humberto

imagem de Jorge Humberto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 2 dias
Membro desde: 01/15/2012
Conteúdos:
Pontos: 1844

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jorge Humberto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão POEMA “O TRAPÉZIO” 1 24 08/04/2020 - 11:36 inglês
Poesia/Paixão NUNCA DISSE QUE ERA FÁCIL! 0 64 07/20/2020 - 23:07 inglês
Poesia/Amor QUEM DERA EU FOSSE O PRIMEIRO 0 143 07/05/2020 - 21:50 Português
Poesia/Soneto PERDOAI-ME, MAS NÃO ME CONTIVE! 0 438 06/10/2020 - 12:48 Português
Poesia/Meditação O PENSAMENTO COMO INSTITUTO 0 127 06/08/2020 - 19:12 Português
Poesia/Dedicado NÃO EXISTE AMOR A SÓS! (dedicado…) JORGE HUMBERTO 0 257 06/04/2020 - 21:56 Português
Poesia/Dedicado O Guardador De Sonhos (a Pessoa) por Jorge Humberto 0 338 05/05/2020 - 20:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE SE SEGUE? 0 188 05/05/2020 - 17:48 Português
Poesia/Alegria ZÉZITO 0 103 05/05/2020 - 17:42 Português
Poesia/Meditação Recorro uma vez mais ao pensamento... 0 483 01/21/2020 - 19:33 Português
Poesia/Meditação QUER ISTO QUER AQUILO VERSOS DE JORGE HUMBERTO 0 236 01/19/2020 - 14:56 Português
Poesia/Pensamentos VERSOS PARA PENSAR 0 400 01/19/2020 - 12:28 Português
Poesia/Amor POEMA DE AMOR por JORGE HUMBERTO 0 337 01/18/2020 - 14:58 Português
Poesia/Alegria CHOVE ENQUANTO ESCREVO 0 415 01/16/2020 - 19:47 Português
Poesia/Soneto A NATUREZA EM FÚRIA 6 397 01/16/2020 - 12:37 Português
Poesia/Geral AH, UMA LÁGRIMA! 1 815 12/31/2018 - 01:01 Português
Poesia/Geral A minha presunção 0 688 09/01/2018 - 19:08 Português
Poesia/Amor SIMPLESMENTE TU 11 1.789 08/05/2015 - 01:33 Português
Poesia/Amor PARA TI NANCI LAURINO 2 1.319 04/26/2015 - 21:28 Português
Poesia/Tristeza PARA TI MEU QUERIDO PAULINHO! 1 1.074 04/26/2015 - 21:25 Português
Prosas/Pensamentos A CRIANÇA QUE HÁ EM NÓS 12 1.760 04/26/2015 - 20:50 Português
Poesia/Soneto FELIZ NATAL, MEU AMIGO, MEU IRMÃO! 1 1.170 06/19/2014 - 23:21 Português
Poesia/Geral FESTAS FELIZES, A TODOS OS AMIGOS DA WAF! 6 1.196 03/18/2014 - 15:15 Português
Poesia/Amor AMAR A QUEM UM SORRISO BASTASSE 6 1.497 12/04/2013 - 16:17 Português
Poesia/Soneto QUANDO DEIXEI A DROGA 4 1.309 12/04/2013 - 15:56 Português