CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

QUEM ME LÊ DESPE O QUE SINTO

Disperso meus sentimentos
Em palavras desfolhadas
É o melhor dos condimentos
Das crises ultrapassadas

Discorro desabafos sem ai
Soletrando letras com vida
Suspiro inócuo de mim sai
Escrita que choro convida

Quem me lê despe o que sinto
Tomando a minha verdade
Aleatório que não minto
No provar contrariedade

Não escrevo ser verdadeiro
Verdade que compromete
Testemunho poema herdeiro
Do todo que a vida promete

Submited by

quarta-feira, julho 8, 2009 - 00:08

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 17 horas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de jopeman

Re: QUEM ME LÊ DESPE O QUE SINTO

Os desabafos, as confidências, a vida do poeta transcrita deixa-o nú perante o leitor
Gostei mto
Abraço

imagem de mariamateus

Re: QUEM ME LÊ DESPE O QUE SINTO

Quem me lê despe o que sinto
Tomando a minha verdade
Aleatório que não minto
No provar contrariedade

Alló meu Poeta :oops:

lindo este soneto,
só espero que não fiques; Nu :-)

UFF!Espera um pouco :pint:
tava com sede 8-)

Beijinhooooo :-)

imagem de marialds

Re: QUEM ME LÊ DESPE O QUE SINTO

É realmente o poeta mostra a alma.
Muito bom.
Parabens.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.763 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.531 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.149 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.069 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.928 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 3.930 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.603 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.647 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.263 01/30/2015 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.792 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.135 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.307 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.588 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.730 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 1.999 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.824 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.645 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.624 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.805 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.520 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.402 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.344 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.390 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.706 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.587 01/16/2015 - 19:47 Português