CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Quintais

Saudades de certos quintais . . .
Especialmente daquele que continha árvores:
um abacateiro, uma pitangueira e
uma figueira morta, ressecada.
Foi ela o meu primeiro cavalo
de todos que nunca tive.
E sim, como não, também haviam cabanas no bambuzal.
Cada um tinha a sua e, dessa sorte, tornamo-nos
o elo perdido: “Homo Bambu”.

Quintal que em Maio amanhecia branco de geadas.
Eram inevitáveis se o anterior pôr-do-sol fosse alaranjado.
Coisas da Mantiqueira.

Quintal onde em certo tempo plantou-se milho.
Noutro, batatas. Os primeiros, debulhados, foram trocados por pães.
As segundas, fritas, deram-me a primeira (ou única?) sensação de abundância.

Saudade do quintal que continha um certo banco,
lastreado por jovens rebeldes que amavam Níveas
e iam aos cinemas nas tardes de domingos.
Jovens que eram jovens no tempo da Ditadura e
por serem jovens: se hay un gobierno yo soy contra.

Menos um. Direitista danado. Viveu pouco tempo.

Os outros tiveram filhos, dividas, dúvidas
falências, padarias, bons empregos, lojas e sonhos.
Também tiveram labirintites, artrites, tosses,
amarguras, alegrias baratas, cânceres e espinhela caída.
E assim vamo-nos acabando.

Mas a memória daquele quintal insiste em sobreviver.

Submited by

quarta-feira, julho 22, 2009 - 13:55

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 26 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Comentários

imagem de Conchinha

Re: Quintais

belíssimo poema.
Confesso que até eu tive saudades desse quintal (objectivo do escritor plenamente atingido).

Abraço.

imagem de MarneDulinski

Re: Quintais

fabiovillela!

Gostei das tuas Reminiscências!
Ótimo!
Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 1.918 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 1.447 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 1.310 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 1.359 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 1.409 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 1.629 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 1.709 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 2.562 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 1.411 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 1.402 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 1.390 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 1.710 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 1.181 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 1.060 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 1.961 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 1.350 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 1.267 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 2.120 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 1.483 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 1.381 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 1.566 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 1.347 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 2.433 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 848 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 2.037 12/12/2015 - 16:54 Português