CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

RAINHA POR DIREITO PROPRIO

Amor, não deixes que termine este meu reinado
De sonhos que me inspiram mais sonhos
E do meu não esquecer de coisas lindas
Que recordarei de bom paladar na alma
Seduziste o meu mundo com a tua chuva sedutora
Alagando todos os meus momentos de bem-estar
No meu peito és embaixadora de encantos
Que me fazem rodopiar vezes sem conta
Em volta da galáxia de sorrisos que me dissolvem
Num melhor homem e amante da tua sensualidade
És testemunho de beldade e inteligência no meu ser
Reajo a ti com delícias que alimentam os sentidos
Apurados de sabedoria e dedicação ás maravilhas
Que me fazes sentir ao segurar na tua mão
E sentir o macio gostoso que recebo no corpo
Desfazendo-me em arrepios de satisfação
Purificando o meu luxo de viver na elegância
Num rebuliço de sentimentos verdadeiros
Arrojados na nossa sintonia de romantismo
Dos nossos momentos de cumplicidade
Atraídos pelo calor da nossa sinceridade
Todos os teus movimentos são ingredientes
De liberdade que invade exoticamente os toques
Partilhados na textura de um amor-perfeito
Rainha por direito próprio ocupas o destaque
Das emoções de cores vibrantes no meu olhar
Em tonalidades com o condão de iluminar
O simples fantástico do meu amar-te

Submited by

segunda-feira, março 24, 2008 - 02:22

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 22 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34815

Comentários

imagem de meninadorio

Re: RAINHA POR DIREITO PROPRIO

Uma rainha nunca abandona o seu reinado, nem o seu Rei...

beijos

imagem de Henrique

Re: RAINHA POR DIREITO PROPRIO

Obrigado pela atenção!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 8.246 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 44.382 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 4.920 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 5.470 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 5.595 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 5.547 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 6.687 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 6.087 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 4.667 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 4.432 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 4.769 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 4.654 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 3.978 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 5.520 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 5.155 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 4.161 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 4.768 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 4.556 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 4.928 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 3.707 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 3.813 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 5.103 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 3.957 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 5.001 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 4.587 01/16/2015 - 20:47 Português