CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

REINADOS SEM CRIMES

Entre reinados que conheço
De reis, na arte coroados
Paguei e pago pelo preço
Para manter esses reinados

Sem matar nem ser algoz
Sem armamentos em estoque
Reina com a guitarra e voz
“Elvis Presley” o “rei do rock”

Para a mulher o meu enfoque
É ela que a vida aciona
Para os súditos do roque
Viva a “rainha” Madonna “

Nesse nosso planeta azul
Que lá do alto assim se vê
Reinam no mundo, em Liverpool
“Os Beatles” “reis do iê iê iê”

O meu Brasil também é plaga
Pois reinou no nosso sertão
A sanfona de “Luís Gonzaga”
Consagrado “rei do baião”

Quem fala de amor por mim
Pela canção e o verso certo
Nasceu no Itapemirim
De Cachoeiro o “rei Roberto”

No meu Rio Grande especial
Dos poetas e dos cantores
Viveu “Jaime Caetano Braun”
O nosso “rei dos pajadores”

Sem arma moderna ou arcaica
Com o bem para a arte entregue
Nasceu um dia na Jamaica
“Bob Marley” o “rei do reagee”

Eis alguns dos reis que eu aceito
Não os loucos das ditaduras
Por esses não tenho respeito
Que morram das próprias loucuras

Liberdade é o maior bem
A história nos dá o visto
Com o nascimento em Belém
Do “rei dos livres” “Jesus Cristo”.

Sérgio da Silva Teixeira
Bagé/RS/BRASIL.

Submited by

terça-feira, julho 10, 2018 - 16:49

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 5 dias
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 353

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral DEVANEIO 1 369 11/26/2019 - 14:17 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 67 11/10/2019 - 16:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 154 10/16/2019 - 00:35 Português
Poesia/Soneto SONETO DO SER INVISÍVEL 2 288 10/02/2019 - 22:54 Português
Poesia/Geral SUPERSTIÇÃO (SEXTA-FEIRA TREZE) 1 283 09/13/2019 - 16:22 Português
Poesia/Geral SENTIMENTOS E CORES 1 328 08/19/2019 - 12:00 Português
Poesia/Geral MEU TEMPO, MEU REINO 2 301 08/18/2019 - 18:38 Português
Poesia/Geral SOLSTÍCIO DE INVERNO 2 465 06/23/2019 - 11:42 Português
Poesia/Geral CANTO, SILÊNCIO E LIBERDADE 3 487 06/03/2019 - 11:39 Português
Poesia/Soneto SONETO AO EXPEDICIONÁRIO "SEU ZÉCA" 0 346 05/05/2019 - 13:35 Português
Poesia/Geral OS SONS DO TEMPO 0 325 04/27/2019 - 15:12 Português
Poesia/Tristeza AS FLORES FIÉIS 0 291 04/12/2019 - 18:07 Português
Poesia/Geral A ILUSÃO DE SER POETA 2 399 04/04/2019 - 18:50 Português
Poesia/Geral MUITO ALÉM DO MÊS DE ABRIL 0 319 04/01/2019 - 23:10 Português
Poesia/Geral QUANDO O SILÊNCIO AUMENTA 0 248 03/27/2019 - 11:11 Português
Poesia/Geral O DIABO INOCENTE 2 524 03/12/2019 - 15:11 Português
Poesia/Tristeza SOFRIMENTO 2 485 02/15/2019 - 16:53 Português
Poesia/Geral REFAZENDO O MUNDO 2 2.104 01/26/2019 - 17:13 Português
Poesia/Geral A VIDA E O NADA 0 435 01/22/2019 - 07:20 Português
Poesia/Geral O NOVO NÚMERO 2 354 01/01/2019 - 12:43 Português
Poesia/Geral DE QUEM VIAJA NO TEMPO 1 481 12/17/2018 - 10:45 Português
Poesia/Geral A MÁGOA DO TEMPO 1 361 12/10/2018 - 13:41 Português
Poesia/Fantasia UM ÓTIMO DIA 1 381 11/27/2018 - 20:13 Português
Poesia/Geral VIDA, VELA E VENTO 2 530 11/25/2018 - 16:03 Português
Poesia/Tristeza DIA DE FINADOS 2 581 11/25/2018 - 15:57 Português