CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Romance"

O amor é um ponto de vista
Uma opinião
È uma bandeira hasteada num momento
Que ondula num vento só nosso
Nos nossos também desertos
Onde não corre sequer uma aragem.
È o tudo ou nada do direito mais que merecido ao não pensar.
É apostar tudo em qualquer coisa
Sem ter medo de perder as escravaturas da vida,
Os bons sensos
Os equilibrios
As estruturas
Amar é ter alguém
Para que tudo o resto que existe doa menos.
Não é de estranhar quando encontramos em nossas vidas
Grandes amores passados, que hoje já não nos dizem nada.
Mais importante que os amores que vivemos foram os tempos em que eles surgiram.
O amor é um estado de espirito.
È um utensilio do mesmo.
Uma ferramenta que os caminhos da existencia nos dispõem para futuras acções nossas que banalizamos
Pois tudo na vida nos parece tão comum.
São essas acções
Decisões
Atitudes
Que nos passam ao lado
Tão discretamente o quanto o nosso cérebro consegue que assim sejam.
São essas acções embebidas em amor que mudam o mundo.
As opiniões mudam!

*Porque será que milhares de poetas, escritores,cantores nas suas letras já diserram o pouco que existe para dizer sobre o amor? Porque o amor é mesmo isso, algo que não há muito a dizer acerca e de uma importancia relativa.

*PS- refiro-me ao amor que já não é a unica forma de sustento da reprodução humana, o amor carnal entre dois seres da mesma especie. Os animais não fomentam tal patetice. Será que não se amam?

Submited by

sexta-feira, julho 16, 2010 - 15:09

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 51 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 890

Comentários

imagem de danyfilipa

Re: "Romance"

Li o poema...
parei e pensei...
(O que é afinal o amor?!)

Li a sua reposta ao comente de Libris...
parei e pensei...
Percebi eu que o amor nao tem defeniçao, so tem coraçao...so tem sentimento, so tem sentido quando vivido!!!
(Afinal o que é o amor?...saberei eu?...se calhar sim, se calhar nao...(há quem diga que ainda sou nova e tenho muito ainda a descobrir pela vida fora...mas e entao?..se calhar ja me cruzei com o amor...se calhar sim, se calhar nao...
saberei eu responder?
ou saberei apenas sentir?)

ufffff

depois da minha devagação...
so tenho a dizer...
escreva, escreva que eu estarei ca para o ler :-)

imagem de Outro

Re: "Romance"

Acho que há uma diferença de tratatmento nossa em relação a todos os sentimentos e o amor Filipa.
O amor é o nosso prefererido e vou usar um clichet: " quando observamos algo durante muito tempo e de muito perto deformamo-lo". O amor para nós é uma redenção por sermos seres não perfeitos, que erram. Num universo em que só existisse Cristos, pouco o9u nada falar-se-ia do amor. Beijinho grande para ti Filipa. Trata-me por tu e continua a escrever também, pq tb me fazes articular o pensamento com os teus pontos de vista.

imagem de Librisscriptaest

Re: "Romance"

"É apostar tudo em qualquer coisa
Sem ter medo de perder as escravaturas da vida,"

Das mais inteligentes e tangíveis definições q já li, sobre o amor!
Mas será o amor inteligente, ou tangível, ou coisa alguma q caiba numa definição?
Qto ao teu P.S.
Acho q sim, acho q os animais amam, nao perdem é tempo a questionar porquê, até q ponto,ou durante qto tempo, amam pq sim... Pq é simples, pq é assim... Pudessemos nós ter a mesma sabedoria para aceitar sem questionar...
Fazes-me sempre isto...
Acabo sempre a divagar!
Beijinho grande em ti!
Inês

imagem de Outro

Re: "Romance"

Ainda Bem Inês! Não te conheço mas pelo que leio teu acho que tens o mesmo gostinho que eu tenho, por pensar. Quanto ao amor...Quando era miudo li um artigo do Agostinho da Silva acerca do poema do pessoa:" Cartas de Amor".Aos 15 aninhos um autor como ele muda muita coisa na nossa maneira de ver o mundo. O Agostinho dizia que o amor é sempre um sentimento esgoista. Amar alguém , é gostarmos de nós mesmos através de outra pessoa. Porque essa pessoa nos faz sentir bem.Tem obviamente que ser uma relação mutualista. Ambois têm que receber. Eu não acredito que num casal que por ex. o homem ama a sua mulher, ou o seu parceiro ( dependendo da id. sexual) se esse homem tiver sempre a ser adulterado, rebaixado, não ser alimentado, por mais amor que ele diga que sente pela sua parceira, não sobreviverá. Talvez o unico amor seja os dos pais, pq conhecem o incondicionalismo. A paixão, onde tudo começa, está provada ser impracticavel durante mto tempo. O nosso organismo cederia. Em termos fisiologicos acontecem mtas coisas. Após a paixão, sociologicamente falando, aparecem os filhos, a situação financeira e a intimidade que já não é "desintimidavel". Tendo a paixão se ido, ou fica o amor, e este tal como referi acima dá trabalho. Mas há casos. Ou fica o "vai-se-andando. Ainda relativamente ao também amor, Quantos de nós não teria escolhido não fazer parte da familia biologica a que foi imposto, por incompatibilidade com um ou mais membros. isto prova que o amor constroi-se. Eu proprio costumo dizer ao meu pai, que se não fosse meu pai, pelo que conheço dele, se o visse na rua seria uma pessoa que iria evitar. Pode soar estranho mas amo-o. Ora, entre uma coisa que é manipuladora, (que só existe se tb exisir para o nosso lado) que se pode construir dependendo do ambiente que nos rodeia, só resta aqui a paternidade que eu felizmente estou a experimentar. Entre essa tal coisa de amor e a verdade ( é descabido escolher entre um , pq um é um sentimento , outro em termos pessoais uma qualidade) eu escolho a verdade. Desculpa se fui maçudo e chato. Beijinho Inês. E continua a fazer o que fazes tão bem...escrever.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra- Álvaro de Campos -Poema Pintado- Paint sobre Paint 0 760 01/17/2018 - 21:11 Português
Poesia/Geral O Astro Rei 0 937 01/14/2018 - 16:14 Português
Poesia/Geral Imagina lá tu... 0 1.624 01/14/2018 - 15:54 Português
Poesia/Geral Alfanumérico 0 1.165 01/13/2018 - 12:56 Português
Poesia/Geral Raízes 0 658 01/11/2018 - 17:45 Português
Poesia/Geral Inteligência Artificial 0 901 01/07/2018 - 18:32 Português
Poesia/Geral Canção ás Minhas 3 Meninas 0 706 01/02/2018 - 10:13 Português
Poesia/Geral contemplamento 0 624 01/01/2018 - 16:27 Português
Poesia/Amor Livros 0 1.039 12/15/2017 - 15:06 Português
Poesia/Geral As Grandes Guerras 2 1.478 07/27/2011 - 13:36 Português
Poesia/Geral Patetice 4 1.516 07/27/2011 - 13:17 Português
Poesia/Geral Palavras Caídas 0 1.496 07/27/2011 - 12:45 Português
Poesia/Geral Palavreados 0 1.320 07/05/2011 - 12:23 Português
Poesia/Geral Hermético 0 2.804 06/19/2011 - 21:54 Português
Poesia/Geral Sinapse em Tilt 0 2.552 06/05/2011 - 10:57 Português
Poesia/Geral Convite Para Lançamento de Livro 0 2.680 05/18/2011 - 17:38 Português
Poesia/Geral Não Tenho Titulo Para Isto 13 2.028 04/27/2011 - 14:23 Português
Poesia/Geral Os Encalhados 4 2.373 04/27/2011 - 08:17 Português
Poesia/Geral Silêncios 4 1.579 04/17/2011 - 22:44 Português
Poesia/Geral Escrito Por Todos Nós 0 1.966 03/17/2011 - 15:45 Português
Poesia/Geral In Perfeição 3 1.159 03/15/2011 - 21:50 Português
Poesia/Geral Valium 1 2.267 03/12/2011 - 23:44 Português
Poesia/Geral "Tu" 0 1.830 03/12/2011 - 15:37 Português
Poesia/Geral "Porque a Galinha Atravessa a Estrada?" 0 1.667 03/12/2011 - 14:53 Português
Poesia/Geral "Eu" 1 1.438 03/10/2011 - 23:51 Português