CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Será um sonho? (tributo a John Lennon)


Nesses dias de guerra
De canhões a desfilar
De fardas a perfilar
Afrontando a terra

Nesses dias de ódio
De bombas a exterminar
De “Mirages a bombardear”
De marihuana, cocaína e ópio

Nesses dias de sangue
De crianças cercadas nas praias
De gente inocente morrendo nas ruas
De catadores vivendo do mangue

Nesses dias, tenho sonhos.
Adormeço, esqueço, ouço estranho pranto
Eis que de repente, tamanho pois é o meu espanto
Pois, transitam flores feito balas sendo atiradas de canhões
Fardos de alimentos feito bombas sendo lançados de aviões
Bombas lança-perfume sendo pulverizadas contra a poluição
Mãos que se apertam, gestos de paz, emoção mais que a razão


Nesses dias, tenho sonhos.
Acordo. Será pesadelo, terror noturno, sonambulismo, que vida soturna...
As praias sem minas, com lindas meninas recebem barcos vietnamitas
Os ricos dividem seus bens materiais
Os iluminados difundem seus dons espirituais
O pão, o vinho, o peixe em todos os lares, a tolerância na fé, mesquitas

Terei sonhado?
Terás teu sonho sonhado o mesmo fato, da música, o mesmo fado?
Quisera fossem os sonhos, a própria realidade
Quisera fantasia fosse a paz, a liberdade
Quisera das tormentas se fizesse calmaria
Quisera dos campos brotasse o trigo, o pão na mesa de Maria
Quisera das fontes fluísse doce água, a banhar
Quisera das mãos surgisse o abraço, o braço pronto a guiar
Quisera dos olhares divisasse a um só horizonte, a paz como primordial fator
Quisera das faces brotasse o sorriso que contagia, a iluminar pelo amor

E que após todos os sonhos desfeitos, a vida sem fantasia,
A doce realidade imperando, na unidade e na virtude
E um canto ecoasse, no Deus uno, a uma só melodia
O mesmo destino, a mesma via, no diverso do humano, solidário e humilde...

 

AjAraújo nos sonhos de um jovem em sua lira dos 25 anos, confrontando-se com a cruel realidade das crianças nos pronto-socorros do RJ, perto de atingir um sonho, formar-se médico pediatra, escrito em 01/10/79.

 

Submited by

sábado, dezembro 18, 2010 - 10:15

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15585

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 545 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 483 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 498 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 629 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 631 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 600 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.634 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 997 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.074 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 742 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.243 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.271 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.333 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.367 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.069 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.320 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.640 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.438 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.453 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.243 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 2.841 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 1.950 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 1.953 07/03/2014 - 03:05 Português
Poesia/Intervenção A uma mendiga ruiva (Charles Baudelaire) 0 3.653 07/03/2014 - 02:55 Português
Poesia/Intervenção Coração avariado 1 1.509 06/25/2014 - 03:09 Português