CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Solidão

- Solidão -

Estou na terceira gaiada
cheguei na cela dormindo na porta do boi
agora tenho um colchão só pra mim

O companheiro na segundinha
faz flores de crochê só pra ocupar sua mente
o outro escreve cartas...
de amor, desabafo, tristezas e dores

Uma condenação não é nada
para quem tem a alma livre

O faxineiro levanta de madrugada
rala o boi com eficiência
sua pachorra traz esperança

Um dia iremos embora deste lugar
muitas estórias teremos pra contar

O arrependimento habita no pensamento do homicida
infelizmente o tempo não volta atrás

Neste lugar ninguém quer estar
o destino nos trouxe aqui
para chorar e sorrir

As grades são uma porta para uma lúcida imaginação
os versos saem do papel e voam com os passarinhos
o sol nasce lindo e quadrado, ilumina a pequena cela
limpa e bem cuidada

O baiano toma o seu café
ergue sua caneca, come um pedaço de pão duro sem perder a fé
Deus existe e mora com todos nós
à liberdade vive em mim mesmo estando preso

A lua chega de noitinha, arrebata meu coração
traz memórias lindas, reconforta à minha solidão.

Submited by

quarta-feira, dezembro 29, 2021 - 13:53

Poesia :

No votes yet

fabio ferreira do amaral

imagem de fabio ferreira do amaral
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 13 horas
Membro desde: 05/07/2013
Conteúdos:
Pontos: 1948

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabio ferreira do amaral

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O velhinho 0 202 01/19/2022 - 13:52 Português
Poesia/Geral Verdades irreais 0 252 01/19/2022 - 13:35 Português
Poesia/Geral Clausura 0 148 12/29/2021 - 14:24 Português
Poesia/Desilusão Os erros 0 151 12/29/2021 - 14:08 Português
Poesia/Pensamentos Solidão 0 108 12/29/2021 - 13:53 Português
Poesia/Pensamentos Carminha 0 209 12/27/2021 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Mel 0 158 12/27/2021 - 14:10 Português
Poesia/Intervenção Impossível ? 0 178 12/27/2021 - 13:51 Português
Poesia/Pensamentos Zé-ninguém 0 282 09/16/2021 - 14:47 Português
Poesia/Pensamentos Tempo Fora 1 383 06/17/2021 - 16:45 Português
Poesia/Fantasia Os tomates 1 562 06/17/2021 - 16:45 Português
Poesia/Amor Minha Musa 1 507 06/17/2021 - 16:43 Português
Poesia/Pensamentos Vazio 0 2.398 06/17/2021 - 13:23 inglês
Poesia/Geral Debaixo do sol 0 373 05/21/2021 - 15:10 Português
Poesia/Geral O amor 0 299 05/21/2021 - 14:52 Português
Poesia/Geral Fotografias 0 384 05/21/2021 - 14:38 Português
Poesia/Meditação Voz longínqua 0 415 05/19/2021 - 14:53 Português
Poesia/Pensamentos O porteiro 0 524 05/19/2021 - 14:21 Português
Poesia/Pensamentos Sombras 0 389 12/29/2020 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Gotas 0 422 12/29/2020 - 16:47 Português
Poesia/Pensamentos Rastros 0 399 12/29/2020 - 16:33 Português
Poesia/Pensamentos Serpentes 0 574 12/28/2020 - 16:13 Português
Poesia/Pensamentos O deus do verão 0 559 12/26/2020 - 16:45 Português
Poesia/Amor Primeiro 2 1.919 02/27/2018 - 12:32 Português
Poesia/Intervenção Recesso 4 2.106 02/08/2018 - 17:05 Português