CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Soltos pelas ruas

Alguns fatos patológicos
Outros psicológicos e perturbadores
Está na face do herói
Sempre pequeno e fraco
Para não dizer a palavra imperfeito.

Todos tem a sua joia destruída
A sua capa envelhecida
Envoltas em coliformes fecais
Não passam de embriões desfigurados
Que tentam a qualquer custo sobreviver.

Tem um psicopata na prisão
E outros tantos soltos pelas ruas
Em algum lugar até se ouve os gemidos
Mas ninguém deseja parar para ouvir
Porque não vale a pena se preocupar com isso.

Ali na esquina há muita escuridão
Onde acontece o confronto solitário e inadiável
Onde o sangue preto escorre pelo chão
E os caminhos da mente são feitos de caos
Como se nunca fossem acontecer.

Nas grandes mansões as mamães escondem
Elas varrem a sujeira infantil
Para debaixo dos tapetes luxuosos
Em algum canto se ouvem as gargalhadas
Que desafiam a solidão e o pesadelo
Que muitos tem em viver aqui.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, maio 21, 2024 - 20:59

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 horas 8 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16158

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Canção Tudo o que desejei 6 147 07/14/2024 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Palavras escritas para os perdidos 6 322 07/13/2024 - 14:36 Português
Poesia/Amor Amanhã, quem sabe? 6 149 07/12/2024 - 13:50 Português
Poesia/Desilusão O tempo faz esquecer 6 241 07/11/2024 - 14:37 Português
Poesia/Pensamentos Esquecemos o que aconteceu ontem 6 468 07/10/2024 - 16:47 Português
Poesia/Desilusão Passados recompostos 6 468 07/09/2024 - 15:15 Português
Poesia/Desilusão Fere como um punhal 6 317 07/08/2024 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Que mundo criamos? 6 459 07/07/2024 - 14:34 Português
Poesia/Intervenção Convoco os poetas 8 405 07/07/2024 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Todas as canções possíveis 6 615 07/05/2024 - 14:21 Português
Poesia/Dedicado Canção ao Festival de Pesca 6 246 07/04/2024 - 14:55 Português
Poesia/Amor No silêncio da noite 6 217 07/03/2024 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Um olhar que se foi 6 346 07/02/2024 - 17:08 Português
Poesia/Amor Para tão longo amor 6 248 07/01/2024 - 13:51 Português
Poesia/Paixão Êxtase 6 169 06/30/2024 - 14:01 Português
Poesia/Pensamentos Escravos da mentira e do vento 6 961 06/29/2024 - 15:23 Português
Poesia/Intervenção Planeta a suspirar 6 254 06/29/2024 - 01:23 Português
Poesia/Amor Sempre 6 408 06/28/2024 - 02:07 Português
Poesia/Desilusão Saudade é minha poesia 6 269 06/26/2024 - 20:35 Português
Poesia/Amor Se alguém souber 6 253 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 640 06/23/2024 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos Um tolo por acreditar 6 879 06/22/2024 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos A noite dos gafanhotos 8 1.056 06/22/2024 - 14:05 Português
Poesia/Pensamentos Enigmas de uma vida intensa 6 1.122 06/20/2024 - 20:08 Português
Poesia/Desilusão Desejos que acabam de partir 6 362 06/18/2024 - 23:49 Português