CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SONETO DA ESCURIDÃO

Meus tão escassos dias de alegria
São como as escuras noites nubladas
Que fazem até os contos de fadas
Mais tristes do que a tristeza que havia

O nevoeiro que chega no dia
Encolhe o espaço que a visão alcança
É temporal nos olhos da esperança
Escurecendo o sol que a luz trazia

Mesmo nas trevas a vida resiste
E a mente fonte constante de luz
O mais escuro caminho alumia

A vida eu levo com a poesia
Na escuridão a luz que me conduz
No brilho em meu olhar que ainda existe.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sexta-feira, outubro 23, 2020 - 17:13

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 horas 50 minutos
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 506

Comentários

imagem de J. Thamiel

Parabéns, amigo poeta. Soneto

Parabéns, amigo poeta.
Soneto é a minha dificuldade.

imagem de Sérgio Teixeira

Obrigado prezado amigo poeta.

Obrigado prezado amigo poeta.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral ALMA 0 57 05/17/2021 - 22:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 318 04/21/2021 - 23:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 259 04/08/2021 - 15:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 300 04/07/2021 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 169 03/08/2021 - 01:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 495 02/28/2021 - 11:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 682 01/27/2021 - 17:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 274 01/27/2021 - 16:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 444 01/27/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 207 01/24/2021 - 23:24 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 385 12/04/2020 - 13:03 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 374 10/30/2020 - 12:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 336 10/10/2020 - 20:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 293 09/21/2020 - 13:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 423 07/04/2020 - 21:40 Português
Poesia/Geral POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO) 3 680 06/16/2020 - 21:07 Português
Poesia/Geral SOMOS TODOS IGUAIS (?) 2 713 05/25/2020 - 21:23 Português
Poesia/Geral O CANTAR DO MEU SILÊNCIO 2 568 05/06/2020 - 16:26 Português
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 556 04/10/2020 - 16:10 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 660 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 509 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 612 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 617 02/07/2020 - 11:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 679 01/22/2020 - 22:41 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 809 01/05/2020 - 14:06 Português