CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SONETO DO FANTOCHE

Nas mãos da mulher que eu amo, sou fantoche
E mesmo percebendo deixo-me levar
Como criança numa canção de ninar
Adormecendo sem ligar se alguém deboche

Seu tom de voz sempre meu ouvido aprecia
E ela sabe qual a nota da escala
Derruba qualquer barreira sua doce fala
Viajo no universo nessa sinfonia

Por menor tempo a tua eventual ausência
Causa em mim espaço vazio infinito
Sou estrada sem ninguém para caminhar

Pela certeza que é finita a existência
Meu medo de perdê-la é assombroso grito
E faz meu apocalipse particular.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

quarta-feira, março 9, 2022 - 17:04

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 horas 53 minutos
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 585

Comentários

imagem de Sérgio Teixeira

Amigo Thamiel, é sempre um

Amigo Thamiel, é sempre um privilégio ter a tua leitura e comentário nas minhas postagens, principalmente pelo teu conhecimento sobre esse campo, o que faz com que eu não me sinta totalmente perdido e sem noção do que ainda escrevo.
Que teus romances tenham o reconhecimento do valor que certamente merecerão ter.
Muito obrigado e um forte abraço.

imagem de J. Thamiel

Amigo Sérgio, Um belo soneto,

Amigo Sérgio,
Um belo soneto, parabéns. Dar parabéns ao que e
você escreve é supérfluo; você já os têm demais.

Estou ausente, pois estou me ocupando com dois romances.
Um dia eu retorno, mas somente no Facebook.
Aqui no WAF só vejo as mesmas caras e com assuntos repetidos.

Continue escrevendo, sou teu admirador.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Anúncios/Outros - Vende-se LIVROS DE MINHA AUTORIA 0 17 06/15/2022 - 00:37 Português
Poesia/Soneto SONNETO DE LA ESPERANZA 0 38 05/09/2022 - 23:40 Espanhol
Poesia/Geral OS SONS DA VILA 3 721 05/09/2022 - 16:33 Português
Fotos/Pessoais LIVRO MEMORIAL EM CONTOS E VERSOS 0 135 04/15/2022 - 13:59 Português
Poesia/Soneto SONETO DO FANTOCHE 2 499 03/30/2022 - 17:05 Português
Poesia/Amor SANTA CRIANÇA 0 151 12/31/2021 - 16:56 Português
Poesia/Geral A PALAVRA MISÉRIA 0 208 12/28/2021 - 16:49 Português
Poesia/Geral VIAGEM AO INTERIOR 0 218 11/19/2021 - 23:23 Português
Poesia/Geral A PIADA E O PASSARINHO 4 413 11/18/2021 - 17:37 Português
Poesia/Geral SONHANDO ACORDADO 2 678 10/27/2021 - 17:57 Português
Poesia/Geral OUTUBRO 0 217 10/01/2021 - 15:54 Português
Poesia/Geral SETEMBRO 4 676 09/21/2021 - 23:30 Português
Poesia/Fantasia A DÚVIDA 2 616 08/14/2021 - 21:49 Português
Poesia/Geral ABAIXO DE ZERO 0 379 07/29/2021 - 20:24 Português
Poesia/Geral QUEBRA CABEÇA 1 346 06/28/2021 - 15:38 Português
Poesia/Geral ALMA 0 492 05/17/2021 - 22:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 687 04/21/2021 - 23:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 531 04/08/2021 - 15:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 643 04/07/2021 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 526 03/08/2021 - 01:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 767 02/28/2021 - 11:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 1.049 01/27/2021 - 17:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 543 01/27/2021 - 16:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 891 01/27/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 507 01/24/2021 - 23:24 Português