CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SONETO DO FRANGO MORTO

Por destino eu não fui ao estrangeiro
Em viagens às vezes aos pedaços
Os insumos tornaram-se escassos
E a fome me preservou por inteiro

Diferente de ser cachorro ou gato
Eu fui apenas um frango sem nome
Serviria só pra matar a fome
Em simples ou sofisticado prato

Numa vala durmo o eterno sono
Junto aos meus irmãos eu paguei o preço
Depois da exploração e o opróbrio

Sem o poder de dar dinheiro ao dono
Por quem nem ser lembrado eu mereço
Hoje sou prato de verme e micróbio

Sérgio da Silva Teixeira
Bagé/RS.

Submited by

terça-feira, maio 29, 2018 - 17:29

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 45 minutos
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 406

Comentários

imagem de J. Thamiel

coment

Isto é que é talento.

imagem de Sérgio Teixeira

Obrigado pelo incentivo amigo

Obrigado pelo incentivo amigo J. Thamiel. Bondade sua.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 7 04/10/2020 - 16:10 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 214 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 91 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 1 257 02/29/2020 - 03:04 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 269 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 110 02/07/2020 - 11:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 254 01/22/2020 - 22:41 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 126 01/05/2020 - 14:06 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 140 01/05/2020 - 13:59 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 124 12/30/2019 - 00:45 Português
Poesia/Geral DEVANEIO 2 489 12/22/2019 - 12:08 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 312 12/22/2019 - 11:36 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 135 11/10/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 235 10/16/2019 - 01:35 Português
Poesia/Soneto SONETO DO SER INVISÍVEL 2 423 10/02/2019 - 23:54 Português
Poesia/Geral SUPERSTIÇÃO (SEXTA-FEIRA TREZE) 1 374 09/13/2019 - 17:22 Português
Poesia/Geral SENTIMENTOS E CORES 1 408 08/19/2019 - 13:00 Português
Poesia/Geral MEU TEMPO, MEU REINO 2 401 08/18/2019 - 19:38 Português
Poesia/Geral SOLSTÍCIO DE INVERNO 2 575 06/23/2019 - 12:42 Português
Poesia/Geral CANTO, SILÊNCIO E LIBERDADE 3 628 06/03/2019 - 12:39 Português
Poesia/Soneto SONETO AO EXPEDICIONÁRIO "SEU ZÉCA" 0 435 05/05/2019 - 14:35 Português
Poesia/Geral OS SONS DO TEMPO 0 443 04/27/2019 - 16:12 Português
Poesia/Tristeza AS FLORES FIÉIS 0 414 04/12/2019 - 19:07 Português
Poesia/Geral A ILUSÃO DE SER POETA 2 511 04/04/2019 - 19:50 Português
Poesia/Geral MUITO ALÉM DO MÊS DE ABRIL 0 436 04/02/2019 - 00:10 Português