CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Treze de Maio: Dia da Libertação? Nada a comemorar!

Não ter medo da morte,
Desdenhar da sorte,
Depois de tanto açoite,
No corpo marcado de chicote.

Do velho capitão, capataz,
Casa grande e senzala
Do novo comandante, rapaz,
Mansarda e favela.

Ontem escravo da corte,
nas mãos do feitor
hoje escravo do corte,
nas mãos do malfeitor

Fugindo do cativeiro
feito Zumbi dos Palmares
Fugindo do tiroteio
feito Jaci dos Pilares

Um, herói imortalizado
pras bandas das Alagoas
Outro, anônimo mortificado
pras balas das chacinas

Pois, o treze de maio
ato tardio da princesa Isabel
não libertou as marcas do preconceito,
da segregação racial e da desigualdade social.

AjAraújo, o poeta humanista, refletindo sobre a exploração escravagista e a discriminação do negro na sociedade brasileira, o Brasil foi um dos últimos países a abolir a cruel escravatura, escrito em 5 de maio de 2010.

Submited by

quarta-feira, maio 5, 2010 - 23:04

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 4 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de Henrique

Re: 13 de Maio: Dia da Libertação? Nada a comemorar!

Não ter medo da morte,
Fugindo do cativeiro
Hoje escravo do corte,
Fugindo do tiroteio...

Bem definido o treze de Maio...

:-)

imagem de Susan

Re: 13 de Maio: Dia da Libertação? Nada a comemorar!

Os preconceituosos seja por questão racial ou quaisquer outro tipo de preconceito , ainda não atinaram para o fato que são eles mesmos, homens ditos livres são escravos de idéias preconcebidas .
Enquanto que existem homens ditos livres , estão aprisionados em lumes arcaicos , enquanto que por outro lado no tempo da escravidão no Brasil haviam muitos negros de alma em alforria.
Parabéns pelo seu poema reflexivo.
Abraços
Susan

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 18.724 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 24.902 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 2.003 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 1.281 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 1.236 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 1.117 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.392 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.710 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 2.351 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.730 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 3.037 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 1.189 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.865 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.980 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.893 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 2.376 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 3.245 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.806 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 2.223 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 3.300 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.890 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.963 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.572 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.572 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.668 07/03/2014 - 03:05 Português