CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vem ser somente meu

Vem ser somente meu

A cada partida leva consigo minha melhor parte.
Mas, se me leva, rouba-me de mim
E então não pode ir sem que volte.
Pois, ao deixar-me sozinha de mim, sofro.
Afinal, o que resta só pode pensar em você
Se neste corpo que fica suas mãos se tatuaram
E os meus olhos o seu rosto ainda vêem.
A minha boca ainda sente o calor dos seus beijos
Assim como seus abraços ainda me circundam.
O seu sorriso me falta.
Seu humor não pode me fazer rir agora,
Só um nó que me aperta o peito resta.
Devolva-me a mim.
Vem ser somente meu...

Texto extraído do livro “Faíscas da Paixão” que pode ser adquirido no site www.clubedeautores.com.br

Tela do foi um pintor britânico Edmund Blair Leighton associado ao Romantismo e a Irmandade Pré-Rafaelita.

Submited by

sexta-feira, maio 16, 2014 - 06:50

Poesia :

No votes yet

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 44 semanas
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Comentários

imagem de deborabenvenuti

Vem ser somente meu

A cada partida,tudo o que somos vai embora com o amor que deixou de ser nosso.
Bj

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Simples assim 0 951 05/25/2018 - 20:42 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 719 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Paixão Dono dos meus caprichos 0 823 05/25/2018 - 20:15 Português
Poesia/Geral O êxtase do poeta é a poesia 0 957 11/06/2015 - 11:34 Português
Poesia/Geral Poeta é gente diferente 0 1.106 11/06/2015 - 11:32 Português
Poesia/Geral Nós eremitas 0 932 11/06/2015 - 11:31 Português
Poesia/Geral Ser coletivo 0 1.134 11/05/2015 - 18:08 Português
Poesia/Geral Transcendemos corpos e emoções 0 1.536 11/05/2015 - 18:06 Português
Poesia/Meditação Ondulações 0 975 11/05/2015 - 18:04 Português
Videos/Poesia Projeto Ondulações 2014 0 4.193 11/05/2015 - 08:02 Português
Poesia/Tristeza Batem as asas do adeus 1 1.709 07/29/2014 - 01:08 Português
Poesia/Poetrix Crescer sim, beber não! 1 1.227 07/26/2014 - 00:30 Português
Poesia/Geral Miscelânea poética 1 1.661 07/17/2014 - 23:58 Português
Poesia/Aldravias Aldravia 1 0 1.886 07/17/2014 - 16:36 inglês
Poesia/Geral Tarde, mormaço 1 1.267 07/13/2014 - 23:57 Português
Poesia/Geral Descortine-os 0 1.193 07/12/2014 - 18:42 Português
Poesia/Geral Intocável 0 943 07/12/2014 - 18:01 Português
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.581 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos Como alcançar o inalcançável 0 1.419 07/11/2014 - 04:39 inglês
Poesia/Arquivo de textos (Poesia coletiva, resultado do primeiro Sarau, produzida através de palavras que cada assistido falou) 0 1.480 06/27/2014 - 19:06 inglês
Poesia/Paixão Casados em cópula 1 1.660 06/19/2014 - 00:12 Português
Poesia/Desilusão Pássaro Errante 1 1.227 06/16/2014 - 03:15 Português
Poesia/Fantasia Sonhei, tão somente sonhei 1 1.063 06/14/2014 - 19:28 Português
Poesia/Paixão Com a força dos temporais 1 1.182 06/12/2014 - 04:55 Português
Poesia/Amor Fragmento da poesia “Nós” 0 1.047 06/11/2014 - 06:21 Português