CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vistam-me as Palavras

Escrever não é uma pertença
Escrever é estar escrito
atrás das barras em constante sentença.
È invocar uma quinta emenda
Num país que não a tem.
È ser-se extraditado
de um universo complicado.
Não para uma terra de origem
Mas para uma estontetante e longiqua vertigem.
Morre-se vezes sem conta
Nos julgados seguros lugares
Onde quem escreve vai sem segurança, escolta, defesa.
É perigoso morar aqui, nesta habitação social,
entre estas linhas onde se mistura todo o tipo de gente.
Mas escrever é isso mesmo.
É ser todo o tipo de gente.
Caso assim não fosse, não haveria vocabulario
Eu sou o assasino
O escriturario
Sou a minha vida ao contrário.
Sou tudo que repelo
Quero escrever para sempre
Até "que se me " solte o tendão.
Nunca me senti tão igual ao igual do que quando escrevo.
Eu sou o ardina na memoria de quem o pode ter.
Eu trespasso o tempo, a quinta dimensão, em dois segundos.
Vocês leitores do futuro, ler-me-ão
de tão actualizada forma quanto hoje.
Mas certamente vestidos com roupas de estilistas de outro tempo.
Felizmente, escrever não tem de combinar com nada.
Infelizmente, escrever só tem de combinar comigo.

Submited by

quinta-feira, julho 29, 2010 - 16:43

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 4 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 884

Comentários

imagem de Henrique

Re: Vistam-me as Palavras

Escrever não é uma pertença
Escrever é estar escrito
atrás das barras em constante sentença.

Sem trus nem mus!!!

Vistam-nos então!!!

Aplausos!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra- Álvaro de Campos -Poema Pintado- Paint sobre Paint 0 1.243 01/17/2018 - 21:11 Português
Poesia/Geral O Astro Rei 0 1.248 01/14/2018 - 16:14 Português
Poesia/Geral Imagina lá tu... 0 1.960 01/14/2018 - 15:54 Português
Poesia/Geral Alfanumérico 0 1.551 01/13/2018 - 12:56 Português
Poesia/Geral Raízes 0 942 01/11/2018 - 17:45 Português
Poesia/Geral Inteligência Artificial 0 1.162 01/07/2018 - 18:32 Português
Poesia/Geral Canção ás Minhas 3 Meninas 0 1.010 01/02/2018 - 10:13 Português
Poesia/Geral contemplamento 0 986 01/01/2018 - 16:27 Português
Poesia/Amor Livros 0 1.342 12/15/2017 - 15:06 Português
Poesia/Geral As Grandes Guerras 2 1.875 07/27/2011 - 13:36 Português
Poesia/Geral Patetice 4 1.882 07/27/2011 - 13:17 Português
Poesia/Geral Palavras Caídas 0 1.751 07/27/2011 - 12:45 Português
Poesia/Geral Palavreados 0 1.600 07/05/2011 - 12:23 Português
Poesia/Geral Hermético 0 3.061 06/19/2011 - 21:54 Português
Poesia/Geral Sinapse em Tilt 0 2.758 06/05/2011 - 10:57 Português
Poesia/Geral Convite Para Lançamento de Livro 0 2.917 05/18/2011 - 17:38 Português
Poesia/Geral Não Tenho Titulo Para Isto 13 2.330 04/27/2011 - 14:23 Português
Poesia/Geral Os Encalhados 4 2.785 04/27/2011 - 08:17 Português
Poesia/Geral Silêncios 4 1.770 04/17/2011 - 22:44 Português
Poesia/Geral Escrito Por Todos Nós 0 2.272 03/17/2011 - 15:45 Português
Poesia/Geral In Perfeição 3 1.396 03/15/2011 - 21:50 Português
Poesia/Geral Valium 1 2.504 03/12/2011 - 23:44 Português
Poesia/Geral "Tu" 0 2.111 03/12/2011 - 15:37 Português
Poesia/Geral "Porque a Galinha Atravessa a Estrada?" 0 2.017 03/12/2011 - 14:53 Português
Poesia/Geral "Eu" 1 1.713 03/10/2011 - 23:51 Português