CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

VULCÃO ISLANDÊS-O CACHIMBO DA PAZ

Guerra o homem sempre faz
Eu faço humor não faço guerra
Enquanto o planeta terra
Fuma o cachimbo da paz

Na Islândia ela acendeu
Sem convidar nenhum parceiro
E o planeta por inteiro
O seu cachimbo conheceu

No universo, peregrina
A Terra fez demonstração
E através de um vulcão
Mostra ao homem quem domina

Ao que da pobreza caçoa
Levando um viver mesquinho
Mostra que o rico é o passarinho
Que sem dinheiro sempre voa

Tudo em ordem, com carimbo
O homem quer ir de avião
Mas quem manda é um vulcão
Que a terra fez de cachimbo

E nessa confusão total
Onde se diz primeiro mundo
A terra mostra que no fundo
Pra natureza é tudo igual

Ela também deve estar rindo
De quem diz que o prejuízo incide
E que o lucro não divide
Quando o vulcão está dormindo

Só posso ter uma atitude
Ao ver aquela fumaceira
Dizer à terra companheira:
-"FUMAR FAZ MAL PARA A SAÚDE".

Sérgio Teixeira

Bagé/RS-Brasil

Submited by

terça-feira, maio 24, 2011 - 16:10

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 9 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 401

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 202 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 77 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 1 245 02/29/2020 - 03:04 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 265 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 100 02/07/2020 - 11:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 245 01/22/2020 - 22:41 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 112 01/05/2020 - 14:06 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 126 01/05/2020 - 13:59 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 117 12/30/2019 - 00:45 Português
Poesia/Geral DEVANEIO 2 481 12/22/2019 - 12:08 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 290 12/22/2019 - 11:36 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 131 11/10/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 230 10/16/2019 - 01:35 Português
Poesia/Soneto SONETO DO SER INVISÍVEL 2 409 10/02/2019 - 23:54 Português
Poesia/Geral SUPERSTIÇÃO (SEXTA-FEIRA TREZE) 1 362 09/13/2019 - 17:22 Português
Poesia/Geral SENTIMENTOS E CORES 1 395 08/19/2019 - 13:00 Português
Poesia/Geral MEU TEMPO, MEU REINO 2 397 08/18/2019 - 19:38 Português
Poesia/Geral SOLSTÍCIO DE INVERNO 2 569 06/23/2019 - 12:42 Português
Poesia/Geral CANTO, SILÊNCIO E LIBERDADE 3 615 06/03/2019 - 12:39 Português
Poesia/Soneto SONETO AO EXPEDICIONÁRIO "SEU ZÉCA" 0 430 05/05/2019 - 14:35 Português
Poesia/Geral OS SONS DO TEMPO 0 428 04/27/2019 - 16:12 Português
Poesia/Tristeza AS FLORES FIÉIS 0 399 04/12/2019 - 19:07 Português
Poesia/Geral A ILUSÃO DE SER POETA 2 506 04/04/2019 - 19:50 Português
Poesia/Geral MUITO ALÉM DO MÊS DE ABRIL 0 428 04/02/2019 - 00:10 Português
Poesia/Geral QUANDO O SILÊNCIO AUMENTA 0 332 03/27/2019 - 12:11 Português