[Sina]

Entre calçadas
Prédios se erguem,
Na mesma velocidade
Que as pessoas se afastam.

Buracos em ruas mal feitas
Que servem apenas para serem preenchidos,
Com demagogias e discursos vazios.

Pseudos intelectuais
Com frases em outdoor...
Liderando a manada
Para lugar nenhum.

Mais do mesmo
Para massagear o ego,
De uma classe que vive de distopias.

Entre o nascer e o pôr do sol
O tempo corre dentro de ônibus lotados,
Mas vazios de esperança.

Monotonia, rotina...
Aflições do dia a dia,
Tolices, de uma vida cretina.

Reféns da estrutura,
Da falta de escolhas.
De oportunidades,
Que nunca aconteceram.

Repetindo orações,
Lagrimas e medo.
O poder muda de mãos
Mas é sempre mais do mesmo.

Nascer, sobreviver e morrer sem se perceber.
Seres descartáveis, discursos para propaganda...
Slogan, debate fútil da semana.

Salvadores da pátria
Não salvam a esperança,
Afoga-se em palavras
Repetidas no espelho.

Tentando se convencer
Ser o dono do poder,
Velhas coroas...
Para novos reis.

A sina...
Não se esconde de olhares
Acostumados a sofrer.

Uma hora, um dia, uma vida...

Pra quem não existe,
Tanto faz, como tanto fez.

Pablo Danielli

Submited by

Martes, Julio 17, 2018 - 15:24

Poesia :

Sin votos aún

Pablo Gabriel

Imagen de Pablo Gabriel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 semanas 1 día
Integró: 05/02/2011
Posts:
Points: 2856

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Pablo Gabriel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Meditación [Vazios] 0 78 04/03/2019 - 21:00 Portuguese
Poesia/Meditación [Círculos] 0 95 03/12/2019 - 17:34 Portuguese
Poesia/Meditación [Mundo] 0 232 12/07/2018 - 20:47 Portuguese
Poesia/Meditación [Curtido] 0 227 11/26/2018 - 20:20 Portuguese
Poesia/Meditación [Caminhar] 0 279 11/21/2018 - 14:21 Portuguese
Críticas/Varios [A filosofia do povo] 0 366 10/30/2018 - 14:13 Portuguese
Poesia/Meditación [Morto] 0 364 10/25/2018 - 19:56 Portuguese
Poesia/Meditación [Novos velhos] 0 298 10/24/2018 - 14:52 Portuguese
Poesia/Meditación [Preço] 0 339 10/23/2018 - 15:12 Portuguese
Poesia/Meditación [Destempero] 0 300 10/05/2018 - 21:19 Portuguese
Poesia/Meditación [Brasília] 0 281 08/03/2018 - 20:28 Portuguese
Poesia/Meditación [Enlatado] 0 825 07/24/2018 - 15:13 Portuguese
Poesia/Meditación [Malandro] 0 354 07/19/2018 - 15:11 Portuguese
Poesia/Meditación [Sina] 0 546 07/17/2018 - 15:24 Portuguese
Poesia/Meditación Escolhas e liberdades 0 463 07/16/2018 - 14:21 Portuguese
Críticas/Varios [A morte do jornalismo] 0 816 06/22/2018 - 20:53 Portuguese
Poesia/Meditación [Epifania] 0 657 06/20/2018 - 21:18 Portuguese
Poesia/Meditación [Vida] 0 704 06/04/2018 - 15:31 Portuguese
Poesia/Meditación [Cajado] 0 455 04/30/2018 - 18:36 Portuguese
Poesia/Amor [J] 0 455 03/27/2018 - 21:10 Portuguese
Poesia/Amor [Olhos castanhos] 2 350 03/20/2018 - 11:58 Portuguese
Poesia/Meditación [Poesia do fim] 2 526 03/14/2018 - 21:46 Portuguese
Poesia/Meditación [Tudo é silêncio] 0 451 11/07/2017 - 14:26 Portuguese
Poesia/Amor [Teus] 0 629 10/10/2017 - 15:39 Portuguese
Poesia/Meditación [Ilusão] 2 409 05/09/2017 - 21:09 Portuguese