A NATUREZA EM FÚRIA

A NATUREZA EM FÚRIA Se ousássemos em nossas vidas Ser um pouco mais de golpe de asa sem medo de nas voltas e idas aquilo por que perpassam e passa As nossas atitudes sentidas seríamos bem mais fortes e rasa Não seriam as colheitas, se devidas fossemos busca-las para nossas casas. Somos nós que impomos limitar quem tira e põe para seu beneficio, Repartindo e sabendo moderar. O que for por excesso é de partilhar com os que viram suas searas em prejuízo de famílias inteiras a chorar. Jorge Humberto 11/01/20 Santa-Iria-de-Azóia

Submited by

Martes, Enero 14, 2020 - 17:39

Poesia :

Sin votos aún

Jorge Humberto

Imagen de Jorge Humberto
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 9 semanas 1 día
Integró: 01/15/2012
Posts:
Points: 1799

Comentarios

Imagen de Jorge Humberto

Não foi engano.

Eu não conheço regras de poesia, meus sonetos não têm as sílabas correctamente colocadas, sou bastante sincero quanto a isso e nunca o escondi, tanto que chamo várias vezes "Meus sonetos imperfeitos", perante os demais...
mas... o que conta..
não é a mensagem, não é o lirismo, a melodia? Tenho centenas de leitores que nunca me apontaram o dedo contra essa minha falha, gostam ou não, mas não me castram. Até porque tenho milhares de poesia, embora goste de fazer "meus sonetos", que me saem naturalmente

O Amigo também foi correcto. Obrigado.

Abraço
Jorge Humberto

Imagen de J. Thamiel

coment

Lisonjeado pela sua resposta.

Bom é ler assuntos inteligentes
porque neste site tem muita
banalidade. Parabéns.

Imagen de Jorge Humberto

J. Thamiel

Obrigado, meu amigo,
pelas palavras a meu soneto.

Desejos de um bom 2020, com tudo de bom.

Abraço
Jorge Humberto

Imagen de Adolfo

Salve!

Fico feliz em voltar a te ler por aqui, meu caro!

Imagen de Jorge Humberto

Salve, Adolfo

Bom voltar em rever-te.
Eu não conseguia, a dada altura, cola meus textos aqui,
só ontem é que reparei que podia colocar em texto simples, não sei que aconteceu por não conseguir publicar meus poemas.

Tende um ótimo 2020

Abraço Jorge Humberto

Imagen de J. Thamiel

OBSERVAÇÃO

Não há o direito de ninguém julgar pensamentos ou estéticas de poetas.
O poeta não tem obrigação de se explicar.
Não tenho o direito de corrigi-lo,
nem estou fazendo aferição.
Tive, porém, a impressão de ter acontecido involuntariamente algum engano
na sua postagem.
Você a classificou como soneto. É isso mesmo?

J. Thamiel

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Jorge Humberto

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Meditación Recorro uma vez mais ao pensamento... 0 261 01/21/2020 - 19:33 Portuguese
Poesia/Meditación QUER ISTO QUER AQUILO VERSOS DE JORGE HUMBERTO 0 102 01/19/2020 - 14:56 Portuguese
Poesia/Pensamientos VERSOS PARA PENSAR 0 124 01/19/2020 - 12:28 Portuguese
Poesia/Amor POEMA DE AMOR por JORGE HUMBERTO 0 120 01/18/2020 - 14:58 Portuguese
Poesia/Alegria CHOVE ENQUANTO ESCREVO 0 100 01/16/2020 - 19:47 Portuguese
Poesia/Soneto A NATUREZA EM FÚRIA 6 214 01/16/2020 - 12:37 Portuguese
Poesia/General AH, UMA LÁGRIMA! 1 566 12/31/2018 - 01:01 Portuguese
Poesia/General A minha presunção 0 435 09/01/2018 - 19:08 Portuguese
Poesia/Amor SIMPLESMENTE TU 11 1.397 08/05/2015 - 01:33 Portuguese
Poesia/Amor PARA TI NANCI LAURINO 2 1.136 04/26/2015 - 21:28 Portuguese
Poesia/Tristeza PARA TI MEU QUERIDO PAULINHO! 1 900 04/26/2015 - 21:25 Portuguese
Prosas/Pensamientos A CRIANÇA QUE HÁ EM NÓS 12 1.499 04/26/2015 - 20:50 Portuguese
Poesia/Soneto FELIZ NATAL, MEU AMIGO, MEU IRMÃO! 1 934 06/19/2014 - 23:21 Portuguese
Poesia/General FESTAS FELIZES, A TODOS OS AMIGOS DA WAF! 6 1.019 03/18/2014 - 15:15 Portuguese
Poesia/Amor AMAR A QUEM UM SORRISO BASTASSE 6 1.247 12/04/2013 - 16:17 Portuguese
Poesia/Soneto QUANDO DEIXEI A DROGA 4 1.120 12/04/2013 - 15:56 Portuguese
Poesia/Aforismo Cada um, à sua maneira, escreve e é escritor. 0 1.418 07/27/2013 - 16:58 Portuguese
Poesia/Soneto TUA LINDA MÃO 0 1.171 07/27/2013 - 16:54 Portuguese
Poesia/Dedicada AMOR DE PAI! (No cumprir de seu 1º Aniversário, sem nós! 1 1.305 07/20/2013 - 19:20 Portuguese
Poesia/General A CRIATURA 0 717 06/17/2013 - 13:20 Portuguese
Poesia/Amor DOIRA O SOL E OS CORAÇÕES! 0 656 06/10/2013 - 15:02 Portuguese
Poesia/Meditación Aranhas tecem espelhos.... 2 1.045 03/30/2013 - 12:11 Portuguese
Poesia/Dedicada AO ABANDONO - De Profundis 2 1.106 03/28/2013 - 21:20 Portuguese
Poesia/Pensamientos À ESTUPIDEZ 2 1.277 03/26/2013 - 20:52 Portuguese
Poesia/Meditación A CRIATURA 2 888 03/20/2013 - 11:47 Portuguese