CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Libertação mundana

Vou abraçar o mundo,
a demanda,
e o que demais aparecer

sem parecer de quem manda,
sem perecer quem não,
sem parcerias,
mas só não!

A união faz a força,
a força,
força a porcaria a sair da toca,
tocai a trombeta
que tombos provoca aos tontos,
e convoca os loucos,
para a reunião que foca os em falta pontos…

Além de horizontes
de altas ou baixas fontes,
pois de todos se salgam poucos sejam plebeus ou condes…

Eu vejo pontes entre indíviduos,
aos montes,
o único vale entre eles é o cheque ou dos descontos
só três pontos
equivale ao mais próximo do real em que me encontro,
só vejo, só oiço, só penso,
só… e pronto !

Estou preso na brisa,
deixo-me ir,
não me encontro e não me fujo,
só viajo,
não reago nem preciso,
só de ir e de voltar,
indeciso se calhar,
mas decidido a de lá sair e regressar…
 

Submited by

segunda-feira, fevereiro 28, 2011 - 22:38

Ministério da Poesia :

No votes yet

tquintans

imagem de tquintans
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 6 semanas
Membro desde: 02/28/2011
Conteúdos:
Pontos: 153

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of tquintans

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Musica/Hip Hop Eu sou tu és 0 2.713 02/28/2011 - 23:02 Português
Musica/Hip Hop estou sozinho 0 2.458 02/28/2011 - 22:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Hoje falo eu 0 1.288 02/28/2011 - 22:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Cantilena 0 1.316 02/28/2011 - 22:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Prisão domiciliária 0 732 02/28/2011 - 22:49 Português
Ministério da Poesia/Geral A árvore de espera 0 958 02/28/2011 - 22:49 Português
Ministério da Poesia/Geral Algo que não acaba 0 1.111 02/28/2011 - 22:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Estive no inferno 0 1.422 02/28/2011 - 22:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Se eu não quiser escrever 0 873 02/28/2011 - 22:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Se eu não quiser escrever 0 1.112 02/28/2011 - 22:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Não escrevo de vez em quando 0 793 02/28/2011 - 22:44 Português
Ministério da Poesia/Geral A reza 0 945 02/28/2011 - 22:42 Português
Ministério da Poesia/Geral O mito 0 1.065 02/28/2011 - 22:41 Português
Ministério da Poesia/Geral Na pradaria 0 990 02/28/2011 - 22:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem televisão 0 835 02/28/2011 - 22:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Libertação mundana 0 848 02/28/2011 - 22:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Apático 0 918 02/28/2011 - 22:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Da paxe(um bêbado a ler) 0 830 02/28/2011 - 22:37 Português
Ministério da Poesia/Geral uma flor 0 1.072 02/28/2011 - 22:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Melancolia 0 872 02/28/2011 - 22:35 Português
Ministério da Poesia/Geral Deixa-me respirar 0 1.131 02/28/2011 - 22:23 Português
Ministério da Poesia/Geral Pela palavra (ou pelo significado) 0 959 02/28/2011 - 22:22 Português
Ministério da Poesia/Geral O problema da nossa era 0 1.053 02/28/2011 - 22:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Ou sombra ou consciência 0 914 02/28/2011 - 22:21 Português
Ministério da Poesia/Geral E nem sei! 0 1.083 02/28/2011 - 22:20 Português