CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ah, Fortuna cruel! Ah, duros Fados!

Ah, Fortuna cruel! Ah, duros Fados!
Quão asinha em meu dano vos mudastes!
Passou o tempo que me descansastes;
agora descansais com meus cuidados.

Deixastes-me sentir os bens passados,
para mór dor da dor que me ordenastes;
então nüa hora juntos mos levastes,
deixando em seu lugar males dobrados.

Ah! quanto milhor fora não vos ver,
gostos, que assi passais tão de corrida
que fico duvidoso se vos vi.

Sem vós já me não fica que perder,
senão se for esta cansada vida
que, por mór perda minha, não perdi.

Luís Vaz de Camões

Submited by

domingo, fevereiro 22, 2009 - 21:50

Poesia :

No votes yet

LuisVazdeCamoes

imagem de LuisVazdeCamoes
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 28 semanas
Membro desde: 10/11/2008
Conteúdos:
Pontos: 343

Comentários

imagem de Henrique

Re: Ah, Fortuna cruel! Ah, duros Fados!

Muito bom, gostei de ler! :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of LuisVazdeCamoes

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Alma minha gentil, que te partiste 2 776 10/16/2011 - 13:16 Português
Fotos/ - camoes 0 1.027 11/24/2010 - 00:36 Português
Poesia/Soneto Dos ilustres antigos que deixaram 1 924 03/03/2010 - 20:05 Português
Poesia/Soneto Doce sonho, suave e soberano, 1 501 03/03/2010 - 20:05 Português
Poesia/Soneto Dizei, Senhora, da Beleza ideia 1 2.181 03/03/2010 - 20:04 Português
Poesia/Soneto Ditoso seja aquele que somente 1 510 03/03/2010 - 20:04 Português
Poesia/Soneto Ditosas almas, que ambas juntamente 1 508 03/03/2010 - 20:04 Português
Poesia/Soneto Diana prateada esclarecia 1 578 03/03/2010 - 20:03 Português
Poesia/Soneto Depois que viu Cibele o corpo humano 1 606 03/03/2010 - 20:03 Português
Poesia/Soneto Deixando o doce fato e a cabana 1 605 03/03/2010 - 20:03 Português
Poesia/Soneto Debaixo desta pedra sepultada 1 577 03/03/2010 - 20:02 Português
Poesia/Soneto De frescas belvederes rodeadas 1 644 03/03/2010 - 20:02 Português
Poesia/Soneto Criou a Natureza damas belas 1 762 03/03/2010 - 20:01 Português
Poesia/Soneto Crecei, desejo meu, pois que a Ventura 1 439 03/03/2010 - 20:01 Português
Poesia/Soneto Como quando do mar tempestuoso 1 616 03/03/2010 - 20:01 Português
Poesia/Soneto Com voz desordenada, sem sentido 1 655 03/03/2010 - 20:00 Português
Poesia/Soneto Com que voz chorarei meu triste fado 1 659 03/03/2010 - 20:00 Português
Poesia/Soneto Chorai, Ninfas, os fados poderosos 1 1.000 03/03/2010 - 19:53 Português
Poesia/Soneto Cantando estava um dia bem seguro 1 555 03/03/2010 - 19:53 Português
Poesia/Soneto Busque Amor novas artes, novo engenho 1 620 03/03/2010 - 19:52 Português
Poesia/Soneto Aqueles claros olhos que chorando 1 1.830 03/03/2010 - 19:52 Português
Poesia/Soneto Aquela que, de pura castidade 1 1.002 03/03/2010 - 19:51 Português
Poesia/Soneto Aquela fera humana que enriquece 1 869 03/03/2010 - 19:51 Português
Poesia/Soneto Apolo e as nove Musas, discantando 1 1.371 03/03/2010 - 19:50 Português
Poesia/Soneto Apartava-se Nise de Montano 1 1.065 03/03/2010 - 19:50 Português