CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cata-ventos

- Cata-ventos -

As bandeirinhas coloridas
indicavam o vento norte
um homem semeava ventos
para colher tempestades

Os cata-ventos eram a alegria das crianças
o moinho de vento abrigava encontros amorosos
beijos calorosos vieram depois da infância
os carinhos ficaram na memória

As tempestades viriam na idade adulta
crianças brincavam com seus cata-ventos
absorvendo os dias, congelando momentos

Muitos catam dores, outros perdem amores
ventos sopram nos pomares
catam e levam sementes para outros lugares

As crianças catam frutinhas
sobem nas amoreiras
sujam todas as roupas
deixam suas mães doidinhas

Os cata-ventos brincam com os ventos
fazem eles girar, girar, girar
correndo de um lado para o outro
os meninos brincam de sonhar

Foram tantos os cata-ventos
de muitas infâncias que se foram
hoje eles moram em algum lugar,
continuam a girar...

Me fazem esquecer os cata-ventos
os ventos que semeei
as tempestades que colhi
as mortes que chorei,
os dias tristes que vivi!

Submited by

terça-feira, novembro 21, 2017 - 12:47

Poesia :

No votes yet

fabio ferreira do amaral

imagem de fabio ferreira do amaral
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 21 semanas
Membro desde: 05/07/2013
Conteúdos:
Pontos: 1838

Comentários

imagem de lucio

cata-ventos

Olá, fábio ferreira,
Muito belo teu poema. Lírico e melancólico.

imagem de fabio ferreira do amaral

Agradecimento

Olá amigo, obrigado por ler meu trabalho.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabio ferreira do amaral

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Primeiro 2 981 02/27/2018 - 12:32 Português
Poesia/Intervenção Recesso 4 1.111 02/08/2018 - 17:05 Português
Poesia/Paixão Suspiros 0 842 12/21/2017 - 13:00 Português
Poesia/Geral Empório 0 742 12/11/2017 - 12:25 Português
Poesia/Geral Passageiro 2 773 12/04/2017 - 12:19 Português
Poesia/Fantasia Cata-ventos 2 972 11/30/2017 - 12:21 Português
Poesia/Intervenção Estandarte 0 1.631 10/30/2017 - 20:52 Português
Poesia/Pensamentos Vicissitudes 0 1.123 10/24/2017 - 13:31 Português
Poesia/Amor Nanquim 0 1.113 10/16/2017 - 20:30 Português
Poesia/Geral Descontrole 0 881 09/27/2017 - 13:27 Português
Poesia/Geral Cara-velas 0 1.481 09/19/2017 - 13:46 Português
Poesia/Amor Duvido 0 1.153 09/12/2017 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Época 2 1.245 08/30/2017 - 22:03 Português
Poesia/Amor Florir 0 905 08/26/2017 - 15:40 Português
Poesia/Pensamentos Cata-dor 0 1.205 08/19/2017 - 15:52 Português
Poesia/Geral Uni-versos 2 1.135 08/13/2017 - 03:49 Português
Poesia/Paixão Roda Viva 0 1.826 06/30/2017 - 21:02 Português
Poesia/Geral Descansar 0 867 06/30/2017 - 20:49 Português
Poesia/Amor Sofrido 0 1.225 06/07/2017 - 15:22 Português
Poesia/Geral Vida Dura 0 1.185 06/07/2017 - 15:08 Português
Poesia/Geral Diário 0 1.297 05/15/2017 - 14:34 Português
Poesia/Geral Verdade 0 1.187 05/15/2017 - 14:22 Português
Poesia/Geral Tudo 0 1.018 04/26/2017 - 20:17 Português
Poesia/Pensamentos Ressuscito 0 1.859 04/13/2017 - 13:18 Português
Poesia/Geral Surdo 0 1.069 04/03/2017 - 18:21 Português