CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

grito mudo

Tentei
Mas sem tentar tentava
Ria da calma aparentemente apática
Que me rodeava e
apagava a alma

A penúria dessa calma entrava no meu serenar
Deixava-me perdidamente confuso
Entre o burburinho circundante
Que aparecia a invadir o vazio
como se de um grito se tratasse

Não posso...
Acredito que nesse momento
Interiorizei a necessidade de olhar
para quem me mirava por detrás

Não sei...
Ninguém...
Não será ninguém...
Pensei...

Irremediavelmente também não interessa...
Desde que a calma continue aparentemente serena,
E o grito invada o burburinho latente.

Submited by

quinta-feira, abril 12, 2012 - 23:15

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Rui Lima

imagem de Rui Lima
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 5 semanas
Membro desde: 03/04/2011
Conteúdos:
Pontos: 1584

Comentários

imagem de Adolfo

Que calma?!

É o desespero que consome a fala: gritaste ou pensaste gritar?Um silêncio que consome a alma...

imagem de Rui Lima

Mais que a alma Adolfo...

Mais que a alma Adolfo... mais que a alma...

a vida... os momentos... a memória... a calma...

Agradecido por este teu comentário.

Abraço
Rui Lima

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Rui Lima

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Outros Ancestral e sisuda, Sé é o epicentro de Braga, em Portugal 3 19.165 06/11/2019 - 08:38 Português
Poesia/Intervenção ¿¿O que é isso da liberdade?? 1 1.423 02/27/2018 - 11:15 Português
Ministério da Poesia/Amor o meu 1º poema de amor EVER 9 2.970 12/07/2014 - 10:18 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]"Me_Ditação" 3 1.742 07/25/2014 - 23:16 Português
Poesia/Pensamentos "moral" sociedade 1 1.481 06/13/2014 - 20:22 Português
Poesia/Meditação os nossos sonhos e as alegorias que vivemos 1 2.001 06/13/2014 - 02:29 Português
Poesia/Geral folha branca de papel 2 2.276 05/30/2014 - 15:32 Português
Poesia/Geral A Árvore dos Patafúrdios 0 2.243 04/07/2014 - 14:59 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]Do Económico ao Social... 0 1.907 03/26/2014 - 00:16 Português
Poesia/Intervenção o dia passa, a vida passa, tudo nasce, tudo morre 0 2.875 02/21/2014 - 17:08 Português
Poesia/Intervenção Distrofia Social 0 1.985 02/17/2014 - 17:04 Português
Poesia/Geral Uma mão cheia de nada 0 1.803 01/25/2014 - 03:50 Português
Poesia/Geral o tempo passa e vai passando e deixa tudo para trás 0 4.213 01/02/2014 - 17:49 Português
Críticas/Outros [ANALISE DE MERCADO] Segmento/nicho de mercado dos "salgadinho" low-cost nas lojas de estações de serviço em Portugal 0 5.642 12/04/2013 - 01:42 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]Respeito Vs. Desrespeito 0 2.021 11/01/2013 - 19:04 Português
Poesia/Geral FADO 0 2.023 10/30/2013 - 14:29 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]Condicionalismos 0 1.547 10/26/2013 - 00:02 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]limitações sociais 0 1.734 10/25/2013 - 23:56 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]hipóteses... factos... certezas... 0 1.756 10/25/2013 - 22:45 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]Formatação Social 0 1.427 10/25/2013 - 22:40 Português
Poesia/Pensamentos [PENSAMENTO/REFLEXÃO]Bem Vs. Mal 0 3.061 10/25/2013 - 22:32 Português
Prosas/Outros 15% do IVA dedutivel para o IRS... como manipular a seu favor para receber mais no seu IRS 2013 0 3.186 10/17/2013 - 15:04 Português
Poesia/Geral little moments in time 0 3.494 09/24/2013 - 20:06 inglês
Poesia/Geral TODOS (menos nenhum) 0 2.307 09/02/2013 - 20:18 Português
Poesia/Geral INTENSAMENTE 2 2.007 09/02/2013 - 20:09 Português