CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

marilyn

já é tarde, dorme a loura
o seu sono sereno; sonham as mães
com seus pequenos, pedem a deus
que cresçam livres de todo mal.
                              NEMBUTAL! NEMBUTAL!

os médicos nada sabem, nada sabe a cia.
só as tias, que bebem gim nesta hora:
silenciam as americanas senhoras
coast to coast, em cada capital.
                              NEMBUTAL! NEMBUTAL!

depois de mortos os kennedys
e do adeus aos soldados nos portos,
quem lembrará? quem,
depois de Cuba, Vietnã, Napalm?
                              NEMBUTAL! NEMBUTAL!

quem guardará o nome
de todas as louras tristes?
não serão Hollywood, a América e a vida
uma fantasia heavy metal?
                              NEMBUTAL! NEMBUTAL!

JARDIM

Poema do livro Filhas do Segundo Sexo, Ed. Perse.
Este livro está à venda em http://sergioprof.wordpress.com/

Contato:
e-mail: jardim.net@gmail.com
blog:        http://sergioprof.wordpress.com/
facebook: http://www.facebook.com/sergio.almeida.jardim
twitter:     http://twitter.com/SERGI0_ALMEIDA
linkedin:   http://br.linkedin.com/pub/jardim/2b/22/a7b/
google +: https://plus.google.com/+sergioalmeidaJardim
skoob:     http://www.skoob.com.br/autor/7181-jardim

Submited by

domingo, junho 8, 2014 - 17:40

Poesia :

No votes yet

jardim

imagem de jardim
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 6 semanas
Membro desde: 07/28/2012
Conteúdos:
Pontos: 358

Comentários

imagem de deborabenvenuti

marilyn

Um belo tributo à Marilyn!
Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jardim

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor o anjo que pego em meu colo 0 1.053 02/02/2017 - 11:18 Português
Poesia/Amor será que consegues 0 949 02/02/2017 - 11:15 Português
Poesia/Amor antes que eu pudesse me dar conta 0 1.008 02/01/2017 - 19:40 Português
Poesia/Amor algo se quebrou no universo 0 1.968 02/01/2017 - 19:38 Português
Poesia/Amor guardei para ti rosas e versos 0 902 02/01/2017 - 19:34 Português
Poesia/Amor foi preciso te encontrar 0 868 01/31/2017 - 11:36 Português
Poesia/Amor foram eternos dias 0 952 01/31/2017 - 11:35 Português
Poesia/Amor em minha boca calada 0 1.015 01/31/2017 - 11:33 Português
Poesia/Amor nos acostumamos 0 1.063 01/30/2017 - 12:05 Português
Poesia/Amor se me falta o chão em que piso 0 746 01/30/2017 - 12:03 Português
Poesia/Amor a casa está vazia 0 2.602 01/30/2017 - 12:01 Português
Poesia/Amor eternos dias 0 920 01/29/2017 - 12:59 Português
Poesia/Amor de ti trago memórias 0 968 01/29/2017 - 12:57 Português
Poesia/Amor provo teu negro amor 0 806 01/29/2017 - 12:55 Português
Poesia/Amor penetraste 0 809 01/28/2017 - 11:16 Português
Poesia/Amor te busco em todas as outras 0 1.117 01/28/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor sou somente um bardo 0 865 01/28/2017 - 11:07 Português
Poesia/Amor dentro de nós 1 758 01/27/2017 - 15:00 Português
Poesia/Amor andei pelas avenidas até minhas pernas se confundirem com o asfalto. 0 902 01/27/2017 - 10:40 Português
Poesia/Amor menti, enganei, aprend 0 822 01/27/2017 - 10:38 Português
Poesia/Amor vívido corpo 0 827 01/26/2017 - 11:10 Português
Poesia/Amor dentro daquele beijo 0 824 01/26/2017 - 11:07 Português
Poesia/Amor decifrando teus abismos 0 1.003 01/26/2017 - 11:06 Português
Poesia/Amor o meu corpo a buscar teu corpo ausente 0 1.036 01/25/2017 - 12:59 Português
Poesia/Amor de tuas entradas às tuas entranhas 0 951 01/25/2017 - 12:57 Português