CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Rio: cidade sitiada (retrato do descaso)

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa
cantada em verso e prosa,
por sua beleza natural e encantos mil,
de natureza exuberante, mar e floresta,
abraçada pelo Cristo Redentor,
do alto da serra do Corcovado.

Rio de Janeiro, cidade amedrontada
chorada em terço e rosa,
por sua fragilidade em pleno abril,
da fraqueza ante o temporal, inevitável inundação
sitiada pelas marés e galerias obstruídas
das encostas desmoronam casas e corpos, vítimas

Rio de Janeiro, cidade olímpica
aclamada em coro e tocha
por sua vocação, para um evento mundial,
resistirá à ausência de políticas de contenção
da invasão de seu ralo tapete verde nos morros
por favelas e mansões, politícos e especuladores?

Até quando o gingado das mulatas no samba
o colorido de Ipanema, Barra e Copacabana
o jeito extrovertido da gente bronzeada
esconderá o drama e o preço de ser carioca?

Palavras se perdem ao vento,
nos governantes que se sucedem
nos discursos vazios, no jogo sem tento
na própria gente que os bueiros entopem

Não basta ostentar o título,
urge recuperar o meio-ambiente,
investir sem desviar o recurso público
pra melhorar a vida da zona sul à zona norte

O Rio precisa de respeito,
de janeiro a dezembro,
para com seus cidadãos,
do asfalto ou das favelas.

AjAraújo, o poeta humanista, refletindo sobre o abandono e descaso com a cidade maravilhosa, pobre Rio, pobre gente que vive nesta cidade, escrito em 7 de abril de 2010.

Submited by

quarta-feira, abril 7, 2010 - 15:29

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 16 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de Henrique

Re: Rio: cidade sitiada (retrato do descaso)

Bom poema!!!

:-)

imagem de Susan

Re: Rio: cidade sitiada (retrato do descaso)

Ai está uma triste realidade do que vem acontecendo no Brasil , no Rio de Janeiro e no Mundo .
Bela forma de chamar atenção para um problema gritante.
Abraços
Susan

imagem de lucio

Re: Rio: cidade sitiada (retrato do descaso)

Olá, AJAraujo,
O resto do Brasil acompanha chocado a calamide
por que passa o Rio.Uno-me a teu poema_protesto e peço
a todos os cidadãos do mundo inteiro para exigirem de
seus governos atitudes mais sérias em relação ao con
trole do aquecimento global.Países menores em extensão
podem sofrer danos mais sérios, iguais a estes que os
cariocas estão sofrendo.Nas últimas semanas os cientistas do clima sofreram duro ataque vindo da par
te de um grupo representante de corporações que visam
a exploração das riquezas naturais, do lucro e da ga
nância desmedida, tentando desacreditar as pesquisas
que apontam a destruição da natureza como a principal
causa do aquecimento da terra. Basta olhar para o Rio de Janeiro para termos certeza de que a natureza anda descontrolada e que algo deve ser feito imediatamente.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix Poemas - de "Magma" (Guimarães Rosa) 2 17.407 06/11/2019 - 11:48 Português
Videos/Música Ave Maria - Schubert (Andre Rieu & Mirusia Louwerse) 1 23.921 06/11/2019 - 11:02 inglês
Poesia/Fantasia Cabelos de fogo 0 695 04/28/2018 - 21:38 Português
Poesia/Dedicado A criança dentro de ti 0 593 04/28/2018 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos O porto espiritual 0 619 04/28/2018 - 21:00 Português
Poesia/Dedicado Ano Novo (Ferreira Gullar) 1 794 02/20/2018 - 19:17 Português
Prosas/Drama Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 761 12/31/2017 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado Passagem de ano (Carlos Drummond de Andrade) 0 761 12/31/2017 - 18:59 Português
Prosas/Contos Um conto de dor e neve (AjAraujo) 0 1.768 12/20/2016 - 11:42 Português
Prosas/Contos Conto de Natal (Rubem Braga) 0 1.128 12/20/2016 - 11:28 Português
Prosas/Contos A mensagem na garrafa - conto de Natal (AjAraujo) 0 2.214 12/04/2016 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Educar não é... castigar (AjAraujo) 0 851 07/08/2016 - 00:54 Português
Poesia/Intervenção Dois Anjos (Gabriela Mistral) 0 2.437 08/04/2015 - 23:50 Português
Poesia/Dedicado Fonte (Gabriela Mistral) 0 1.383 08/04/2015 - 22:58 Português
Poesia/Meditação O Hino Cotidiano (Gabriela Mistral) 0 1.474 08/04/2015 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos As portas não são obstáculos, mas diferentes passagens (Içami Tiba) 0 1.519 08/02/2015 - 23:48 Português
Poesia/Dedicado Pétalas sobre o ataúde - a história de Pâmela (microconto) 0 2.185 03/30/2015 - 11:56 Português
Poesia/Dedicado Ode para a rendição de uma infância perdida 0 1.447 03/30/2015 - 11:45 Português
Poesia/Tristeza Entre luzes e penumbras 0 1.750 03/30/2015 - 11:39 Português
Poesia/Tristeza No desfiladeiro 1 2.668 07/26/2014 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Sinais da história 0 1.549 07/17/2014 - 00:54 Português
Poesia/Fantasia E você ainda acha pouco? 0 2.371 07/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Aforismo Descanso eterno 2 3.031 07/03/2014 - 22:28 Português
Poesia/Intervenção Paisagem (Charles Baudelaire) 0 2.140 07/03/2014 - 03:16 Português
Poesia/Meditação Elevação (Charles Baudelaire) 0 2.060 07/03/2014 - 03:05 Português