CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

4.4 (crônica)

 Ontem completei 44 anos! Tchã rã rã!!!... Encomendei até uma torta aonde estava escrito "Duro de matar".  Bem, nunca antes havia realizado uma análise tão profunda da minha vida até aqui. Principalmente dos últimos anos, dos resultados que atingi, da minha felicidade e da infelicidade, das minhas conquistas e derrotas. Jogando com meus sentimentos encarei uma melancolia, dessas que te atingem no finalzinho da tarde de sexta-feira, tipo quando você está sem dinheiro e todo mundo está saindo para se divertir. Nada grave. Mas, importante o suficiente para que eu pensasse nisso durante a noite.

    Cheguei a conclusão que sou um homem de 44 anos com um medo gigantesco de ficar sozinho! No texto anterior eu tentei tratar da saudade. Mas, o pior mal é a solidão. A simples menção me faz franzir a minha testa e aumentar, consideravelmente, a quantidade de  rugas. Nenhum homem a suporta. Por mais forte que seja.

     Considero que existem dois tipos: a solidão necessária e a inconveniente. A primeira é aquela que você, caro leitor e leitora, buscam ao chegar em casa depois de um dia estafante de trabalho; a segunda é fruto da nossa incapacidade de lidar com nossas limitações. Conheço muito bem as duas. E, de ambas, já extrai lições valiosas. Porém, o que mais me diz respeito hoje é o medo. Não importa o grau ou a convenção. Eu tenho medo de acabar meus dias sozinho!!!

     Quando citei a frase "duro de matar" a qual mandei escrever no meu bolo de aniversário, jamais poderia pensar que, um dia depois, eu estava me referindo a outra coisa. Sim, estava me referindo a solidão. Várias canções já foram escritas sobre ela, poemas, versos, enfim.... Mas, a cada linha formada, nós e vocês nos situamos no mesmo lugar: amedrontados, acossados, presos.

     Eu espero, um dia, saber lidar com esse tipo de situação. Mas, consultando a "cartilha do homem", acabo de ver que ela é o mal que nos aflige desde os tempos imemoriais. Caso contrário, aquela galera não teria se juntado e vivido em grupo numa grande caverna.

     E você? É "duro de matar" ou, assim como eu, morre de medo de ficar só?

Submited by

sexta-feira, outubro 10, 2014 - 14:48

Prosas :

No votes yet

Daniel Kobra

imagem de Daniel Kobra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 24 semanas
Membro desde: 08/20/2013
Conteúdos:
Pontos: 859

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Daniel Kobra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor deixa 0 1.042 06/21/2018 - 16:54 Português
Poesia/Dedicado Esses dias... 0 1.096 06/18/2018 - 11:41 Português
Fotos/Pessoais Fazendo musica... por aí 0 515 06/18/2018 - 11:22 Português
Fotos/Pessoais Detalhes 0 803 06/18/2018 - 11:21 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida - V 0 754 06/18/2018 - 11:20 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida - IV 0 717 06/18/2018 - 11:20 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida III 0 790 06/18/2018 - 11:19 Português
Fotos/Pessoais retrato 0 1.217 06/15/2018 - 19:51 Português
Poesia/Amor eu desejo... 0 646 06/15/2018 - 11:41 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida - II 0 639 06/15/2018 - 11:37 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida 0 666 06/15/2018 - 11:36 Português
Poesia/Pensamentos O Retorno 2 856 06/14/2018 - 17:38 Português
Prosas/Outros NÃO É NÃO! 0 805 06/14/2018 - 17:31 Português
Fotos/Pessoais Calçadas, ruas e praças 0 891 06/14/2018 - 17:12 Português
Fotos/Pessoais Sob as luzes 0 562 06/14/2018 - 17:11 Português
Fotos/Outros Por ai 0 827 06/14/2018 - 17:10 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida 0 905 06/14/2018 - 17:09 Português
Prosas/Outros ICARO (Crônica) 0 1.575 10/14/2014 - 14:25 Português
Poesia/Tristeza AUSÊNCIA 0 1.457 10/10/2014 - 14:57 Português
Prosas/Outros 4.4 (crônica) 0 1.170 10/10/2014 - 14:48 Português
Prosas/Outros UM TEXTO (crônica) 0 977 10/10/2014 - 14:24 Português
Poesia/Fantasia LUA INVEJOSA 0 1.189 10/07/2014 - 19:30 Português
Prosas/Contos NOSSA ETERNA FOME DE AFETO GENUÍNO 0 1.551 10/06/2014 - 18:10 Português
Prosas/Outros QUAL É O TEU SIGNO? (crônica) 0 947 10/03/2014 - 20:25 Português
Prosas/Contos A GRANDE FESTA DO PORCOS 0 1.643 10/02/2014 - 12:20 Português