No bater de duas asas​ ...

No bater de duas asas

Solto, meu coração não bate certo,
Céleres, soltas as borboletas que haviam nele
Pararam de bater asas duras
Ou sou eu que não as ouço,
Ando distraído,

Anda distante minha audição,
Sussurras e não entendo,
Nómada ando eu, meu ouvido
Deserto, lamento não ouvir,
Preciso de ser arranjado

Mais lamento não ver nem falar tampouco,
Sonho é um canteiro que separa
Do mundo imaginário o real que é agora
E o estar longe não é cenário
Que se enrola e desdobra ao contrário,

Tal é a minha facilidade de sentir outro lado
No lado de cá onde meu coração não está,
O celeiro das borboletas sem asas,
Celebro a facilidade de sentir o absoluto,
O armistício sem a salva de balas,

No bater de duas asas o voo
E o azul não é cor nem é dor,
Solto, meu coração; já disse
-Não bate certo – precisa de ser amarrado,
Antes que o roube de mim, a morte e a derrota.

Jorge Santos 06/2018
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

Lunes, Agosto 6, 2018 - 17:43

Ministério da Poesia :

Su voto: Nada Promedio: 5 (1 vote)

Joel

Imagen de Joel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 días 3 horas
Integró: 12/20/2009
Posts:
Points: 40682

Comentarios

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Joel

Tema Título Respuestasordenar por icono Lecturas Último envío Idioma
Ministério da Poesia/Aforismo andorinhão 0 1.930 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo sentir mais 0 1.150 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo palabras 0 1.689 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo A matilha 0 2.634 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo ao fim e ao cabo 0 1.244 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo o bosque encoberto 0 1.182 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo nem teu rubor quero 0 1.350 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo em nome d'Ele 0 1.552 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Troia 0 1.788 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo desabafo 0 1.775 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Inquilino 0 1.065 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Pietra 0 1.676 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo não cesso 0 1.150 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada professas 0 1.491 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo amor sen'destino 0 1.669 11/19/2010 - 19:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Balada para um turco 0 1.360 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada Francisca 0 2.270 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo tudo e nada 0 1.297 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada Priscilla 0 1.394 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Asa calada 0 1.862 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo flores d'cardeais 0 1.485 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada Magdalena 0 1.579 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo peito Abeto 0 1.366 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo rapaz da tesoura 0 1.463 11/19/2010 - 19:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Koras 0 2.102 11/19/2010 - 19:16 Portuguese