CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vinicius de Moraes - Reflexão - Júlia Barbosa

Vinicius de Moraes e a minha reflexão – Júlia Barbosa

"A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre."

Reflexão de Júlia Barbosa

Quanto a mim não consigo estar neste mundo sem amar. Amar a natureza, amar os amigos, a família, um projeto, algo….Mas se tenho medo de amar? Claro que tenho…Amar o outro, o amigo, o pai, o filho, a mãe, o irmão ,o companheiro, o mundo, os outros, o desconhecido...

Se tenho medo ? Sim tenho medo…muito medo… porque  amar significa tudo que o mundo tem de melhor e de pior. Angustias, tristezas, sofrimento, alegrias, êxtase, saudades, desilusões, conflitos,  tranquilidade, paz…quietude, serenidade, entrega total…e não pedir nada em troca a alguém que necessariamente um dia pode-nos deixar…Tudo é eterno como tudo é finito. O amor é paradoxal…   

No entanto, preciso disso tudo, tenho que amar …não sei viver sem essa coisa que uns chamam amor, outros amizade, outros paixão..e inevitavelmente vivo, amo e morro…mas vivo e sinto e morro e ressuscito…sempre…

Submited by

sexta-feira, maio 4, 2012 - 14:51

Críticas :

Average: 2 (1 vote)

juliabarbosa

imagem de juliabarbosa
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 11 semanas
Membro desde: 04/24/2012
Conteúdos:
Pontos: 74

Comentários

imagem de Henricabilio

a solidão

o poder da solidão pode ser avassalador
(a vassala dor: uma palavra que se desdobra em três, como que para reforçar
o seu poder - em poesia chama-se um poetrix palavratrix).

Existem muitas metamorfoses da solidão e nem todas são negativas
quando aproveitadas na sua vertente criativa.

Mas realmente a solidão daqules que se acham derrotados pelas circunstâncias
da vida é a pior de todas: Existe sempre falta de amor, mas também de amor
próprio. O desespero que se lhe segue é causador de muitas tragédias.

Acredito que seja difícil fugir a estas teias do destino e só quem passa por
tais circunstância e sobrevive poderá falar com propriedade do assunto.

Creio que todos os outros tipos de solidão, embora negativos, podem acabar or ser meras fases passageiras que aqui e ali deixam lições a levar em linha de conta.

Claro que é um assunto que não se esgota em meia dúzia de linhas, mas deixo aqui a minha modesta contribuição.

Um abraç0o desde as Caldas da Rainha!

Abilio Henriques

imagem de juliabarbosa

Resposta a Abilio Henriques

Olá, Boa noite

Eu compreendo que há várias formas de solidão, esta não tem que ser necessariamente negativa, mas tenho que admitir que quando falo que para mim é essencial viver a vida amando, seja um filho, um pai, a natureza etc.estou também querendo fugir daquela solidão que aniquila o ser humano…essa nunca a senti, mas já ouvi falar dela…talvez a saudade de um ente querido em que a morte o levou se aproxime a um tipo de solidão que nos destroi. No entanto também preciso dos meus momentos solitários que me dão força para a minha criatividade. Este momento é um deles…e é uma solidão positiva.
Um abraço de Vila Nova de Gaia/Espinho (próximo do Porto) e obrigado
Júlia Barbosa

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of juliabarbosa

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação O Despertar 5 730 10/31/2012 - 22:30 Português
Ministério da Poesia/Meditação Lembras-te ? 2 780 10/30/2012 - 12:51 Português
Poesia/Meditação Monólogo - O fiel 2 767 10/29/2012 - 14:07 Português
Poesia/Amor Foi apenas um sonho 5 936 10/28/2012 - 17:39 Português
Ministério da Poesia/Meditação O fiel 0 1.269 10/28/2012 - 15:44 inglês
Ministério da Poesia/Meditação O fiel 0 1.410 10/28/2012 - 15:44 inglês
Poesia/Meditação Monólogo - O fiel 0 548 10/28/2012 - 15:33 Português
Poesia/Meditação Monólogo - O fiel 0 16 10/28/2012 - 15:33 Português
Ministério da Poesia/Dedicado A velhinha 0 1.162 10/03/2012 - 23:49 inglês
Críticas/Outros A menina que conhecia o mar 2 1.110 09/04/2012 - 14:35 Português
Poesia/Meditação A ultima viagem 4 807 06/05/2012 - 22:59 Português
Críticas/Outros Ser Diferente - Agostinho da Silva - A minha reflexão - Júlia Barbosa 0 1.728 05/16/2012 - 15:37 Português
Críticas/Outros Vinicius de Moraes - Reflexão - Júlia Barbosa 2 793 05/08/2012 - 00:33 Português
Críticas/Outros Vinicius de Moraes - Reflexão - Júlia Barbosa 0 675 05/04/2012 - 14:52 Português
Críticas/Outros Vinicius de Moraes - Reflexão - Júlia Barbosa 0 807 05/04/2012 - 14:51 Português