CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Epistemologia dos Sismos

Epistemologia dos Sismos
ou A simbologia dos símbolos

Eu queria ter tido dos outros, a forma,
Numa frase escrita, num fragmento
Curto, numa memória circular, um registo
Que não o meu discurso descrente,

Em que me descrevo, não como
Um semideus nu e cru, mas parecido
Aos quais queria ter sido, os outros, mais
Fácil imaginar-me perpendicular, um fuso

Por uma questão de entendimento do prumo,
Do que seguir a linha obliqua de um ovo,
Direi eu divino, não por uma questão
De humildade mas por escrúpulo, zelo

Por mim próprio tão pouco, ao ponto de me
Curvar como vime perante a inverdade
Alheia, é como me descrevo diante
Da alcateia, sendo eu próprio o super-lobo,

O dragão do éden, o ovo parabólico, o sino
Das sociedades secretas, resolvo partir
À descoberta quando o manifesto sou eu, etrusco
Semicego, somo e sigo, evoluo pelos medos,

De modo que não me rache em mais a alma,
Partida entre mim e os demais, que nada fazem,
Como memoria a definir, pó de s’trada, estorvo,
Evoco-me ao morrer com a humilde felicidade

De nada ser, quando sou tanto e tudo mais
Que o divino ciúme pode sentir duma só criatura,
Num ser gigante com dimensão de um ovo,
E ainda digo que “queria ter sid’os outros”,

Menores que eu sou, realmente falando
Do ovo na sua curvatura perfeita e do
Prazer intimo que tenho hoje, quando me
Descrevo e declaro general “do-que-sinto”

“Ao-de-cima”, no cimo do píncaro, nas torres
Dos címbalos, da simbologia e dos símbolos …

Joel Matos (13 Dezembro 2020)
http://joel-matos.blogspot.com
https://namastibet.wordpress.com

Submited by

sábado, janeiro 2, 2021 - 18:26

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 6 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41014

Comentários

imagem de Joel

obrigado pela leitura e pela partilha

obrigado pela leitura e pela partilha

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Há um vão à minha espera 1 29 06/24/2021 - 16:50 Português
Poesia/Geral Feliz como poucos … 1 511 06/24/2021 - 11:53 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 1 589 06/24/2021 - 11:38 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 1 502 06/22/2021 - 10:01 Português
Poesia/Geral Sou minha própria imagem, 1 172 06/21/2021 - 21:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 1 580 06/21/2021 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 1 1.000 06/21/2021 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 1 820 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 1 684 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 1 597 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 2 704 06/21/2021 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 1 680 06/21/2021 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 1 652 06/21/2021 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 1 819 06/21/2021 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 1 645 06/21/2021 - 16:20 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 1 713 06/21/2021 - 16:20 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 1 1.036 06/21/2021 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 1 655 06/21/2021 - 15:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 1 845 06/21/2021 - 15:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 2 915 06/21/2021 - 15:44 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 1 940 06/21/2021 - 15:43 Português
Poesia/Geral A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 1 572 06/21/2021 - 15:42 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 1 794 06/21/2021 - 15:41 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 1 1.043 06/21/2021 - 15:40 Português
Poesia/Geral Na minha terra não há terra, 1 841 06/21/2021 - 15:38 Português