CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Comodismo Fatal.

Comodismo Fatal.

Tudo isso acontecendo
E você ai parado? Acomodado?
Sentado no sofá, só vendo
A morte sentada do teu lado.

Comodismo fatal essa a sua
Acumulando ignorância na sua cabeça
Sofisma, preconceito núa e crua
E agora roncando no sofá, babeira, bico, inchaço, mas que beleza!

Comodismo é algo que eu não quero pra mim
Luto, brigo e me importo sim
Com essa juventude pobre de idéias
Dominadas pela máquina, não leêm livro, só wikipédia.

Moira, isso não existe
Seu destino não é assim tão triste
Comendo pipoca vendo o noticiário
Rindo da desgraça alheia, sempre sem comentários.

Não é comigo mesmo
Não foi com a minha familia
Num tô lá, num tô nem vendo
Cada um com a sua vida.

Vai pensando assim
Que tu vai longe meu caro
Cada ser humano faz a diferença
Todo ser humano é o coringa do baralho
Cada ser humano faz a diferença
Mas sempre tem uns como você, otário.

Poetas não são acomodados, por que expressam sua revolta em tuas poesias, gritando em forma escrita.

Submited by

quarta-feira, abril 14, 2010 - 07:03

Poesia :

No votes yet

Giovane

imagem de Giovane
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 23 semanas
Membro desde: 02/01/2010
Conteúdos:
Pontos: 351

Comentários

imagem de Gisa

Re: Comodismo Fatal.

Vai pensando assim
Que tu vai longe meu caro
Cada ser humano faz a diferença
Todo ser humano é o coringa do baralho
Cada ser humano faz a diferença
Mas sempre tem uns como você, otário.

Destaquei este verso, porém, todo o poema é brilhante, do começo ao fim. Parabéns e fora o comodismo! Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Giovane

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Hipertensão (Hipertenluz). 1 588 04/19/2011 - 23:31 Português
Fotos/ - 3002 0 745 11/23/2010 - 23:53 Português
Fotos/ - 3003 0 891 11/23/2010 - 23:53 Português
Fotos/ - 3001 0 971 11/23/2010 - 23:53 Português
Fotos/ - Assis, Giovane 0 867 11/23/2010 - 23:53 Português
Poesia/Amor O Pobre Poeta Pintado De Várias Faces. 0 438 11/18/2010 - 15:31 Português
Poesia/Geral Proibido Proibir. 0 435 11/18/2010 - 15:04 Português
Poesia/Paixão De Acordo Com a Música. 0 434 11/18/2010 - 15:01 Português
Poesia/Desilusão Desiludido e Solitário. 0 493 11/18/2010 - 15:01 Português
Poesia/Desilusão A Tea From My Tears. 1 331 05/30/2010 - 13:01 Português
Poesia/Paixão Coração Perpétuo. 1 586 05/17/2010 - 23:08 Português
Poesia/Paixão Garota Rara. 1 446 05/10/2010 - 01:17 Português
Poesia/Amor Eis Aqui e Agora, O Meu Conceito De Amor. 2 519 05/06/2010 - 20:39 Português
Poesia/Pensamentos Perguntas Sem Respostas? 1 418 05/06/2010 - 20:39 Português
Poesia/Amor Meus Dons. 2 723 05/04/2010 - 21:33 Português
Poesia/Amor Cosmopolita Dos Amores. 1 476 04/30/2010 - 21:53 Português
Poesia/Geral Pra Longe Dessa Paranóia. 1 577 04/30/2010 - 21:20 Português
Poesia/Desilusão Realidade Cruel. (Desafio Poético) 1 652 04/29/2010 - 00:03 Português
Poesia/Geral Oh! Minha Terra. 1 452 04/29/2010 - 00:02 Português
Poesia/Pensamentos O Martelo Do Poder. 1 474 04/21/2010 - 15:57 Português
Poesia/Paixão Vem e Acaba Comigo. 1 663 04/21/2010 - 15:57 Português
Poesia/Paixão Quem Sabe Um Dia? 2 561 04/21/2010 - 15:56 Português
Poesia/Amor Ah! O Amor. 1 534 04/17/2010 - 04:25 Português
Poesia/Geral Comodismo Fatal. 1 512 04/14/2010 - 17:43 Português
Poesia/Desilusão Alarme Falso. 0 876 04/14/2010 - 07:00 Português