CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

estranho poder..

Estranho poder, jamais concedido
A mortal ou imortal.
De me lançar no abismo
Sem um gesto que te traia,
Sem um olhar que te revele.
Palavras – estilhaços de dor.
Veneno fatal. Invasão.

Invertes caminhos e sombras.
São dias aniquilados,
Minha breve condição.
Continuo sem sentir
(se em fumo e nada te tornaste…)
Perdida em ti, me inventaste.

São palavras breves, que me acordam os sonhos.
Silêncios inquebráveis.
Memoria cristalizada.
Restos mortais abandonados,
Da alma dilacerada.

O mais absurdo dos vícios.
Resquícios de nós e de nada.
Preciso de ti, para me iludir,
Para sentir falta do que nunca tive.
Por tudo o que evaporou.
Por quem calou a madrugada.

Passem séculos, sobre as ruas da cidade,
Que eu embalo horas perdidas
E solto a voz dos fantasmas.
Sonho a muralha que te encerras
Do outro lado do tempo.
Caleidoscópio de ilusão.

Estranho poder…
Nem as minhas mãos te tocam,
Nem os teus olhos me encontram,
Nem o espelho te reflecte.
(Sabia, mas não me importei).

Vagueias num mundo de sombras
Nos confins daquele abismo
De onde sempre te invoquei.

Hipnose provocada.
Psicose manipulada.
Estranho poder…
(a eterna promessa para sempre quebrada).

Submited by

domingo, fevereiro 8, 2009 - 23:43

Poesia :

No votes yet

JillyFall

imagem de JillyFall
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 29 semanas 2 dias
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 874

Comentários

imagem de Henrique

Re: estranho poder..

Um poema bem escrito, gostei!!! :-)

imagem de Anonymous

Re: estranho poder..

Poder tens tu...invertes, convertes a vulgaridade em algo a roçar a plenitude.

Beijo

imagem de Anonymous

Re: estranho poder.. p/Jilly

Não é estranho... o poder que as tuas palavras encerram...

beijo

imagem de Anonymous

Re: estranho poder..

"O céu recusou o gênio às mulheres, para que toda chama pudesse encontrar-se nos seus corações."
(Antoine Rivarol)

...como aquela que se sente neste escrito. Pelos olhos se vê, pelos ouvidos se ouve, pelo coração se sente e pelas mãos/dedos se transmite as alegorias provenientes do espirito. Divinamente transcrito da alma. Tristemente belo.Favoritos. Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of JillyFall

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor miragem 8 932 12/10/2011 - 16:27 Português
Prosas/Contos Oásis 0 938 07/09/2011 - 02:08 Português
Prosas/Contos Madrugada 2 1.030 07/08/2011 - 01:31 Português
Prosas/Contos Estrela da Manhã 2 1.650 04/19/2011 - 22:21 Português
Prosas/Contos Estrela da Manhã 0 1.705 04/15/2011 - 04:16 Português
Fotos/ - 3322 0 1.968 11/24/2010 - 00:54 Português
Fotos/ - 942 0 2.117 11/24/2010 - 00:37 Português
Anúncios/Outros - Precisa-se angariador de publicidade à comissão 0 2.021 11/19/2010 - 15:38 Português
Poesia/Aforismo fuga 0 1.099 11/17/2010 - 18:31 Português
Poesia/Fantasia saudade 0 2.118 11/17/2010 - 18:31 Português
Poesia/Geral fuga 0 1.907 11/17/2010 - 18:31 Português
Poesia/Amor era uma vez... 7 1.203 03/28/2010 - 17:44 Português
Prosas/Contos A Borboleta 1 989 03/28/2010 - 11:47 Português
Poesia/Amor viagem 2 1.038 03/27/2010 - 04:04 Português
Poesia/Amor diz-me.. 2 1.115 03/27/2010 - 03:58 Português
Poesia/Meditação think pink! 2 1.064 03/04/2010 - 16:11 Português
Poesia/Geral reflexo 3 909 03/04/2010 - 13:49 Português
Poesia/Amor disseste 6 893 03/04/2010 - 13:28 Português
Poesia/Amor papagaio de papel 3 1.034 03/03/2010 - 16:47 Português
Poesia/Tristeza melodrama 3 1.109 03/03/2010 - 16:36 Português
Poesia/Dedicado hoje morri 5 1.097 03/03/2010 - 16:07 Português
Poesia/Dedicado dia de rosas vermelhas 6 983 03/03/2010 - 16:03 Português
Poesia/Dedicado manhã 7 852 03/03/2010 - 15:14 Português
Poesia/Amor estranho poder.. 4 391 03/03/2010 - 15:13 Português
Poesia/Amor paramos de fingir? 8 496 03/02/2010 - 18:26 Português