CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O NOVO NÚMERO

Muda o ano em hora exata
Segue o resto repetindo
E o tempo só vai seguindo
Na sua jornada ingrata
Que faz nascer e que mata
Sem nunca pedir ajuda
Na verdade só o que muda
É um número na data

Eu até creio que mude
Não no dia festejado
Pois afinal é feriado
Depois do “TIM TIM”-saúde
Mas quem sabe alguém estude
A crença nessa promessa
Pois sempre o ano começa
Parado feito um açude

Sonhar é de graça e cabe
Dormindo ou acordado
Um sonho realizado
Faz com que a gente se gabe
E antes que o momento acabe
Festeje essa coisa rara
Porque o tempo não pára
E sonhar ele não sabe.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

segunda-feira, dezembro 31, 2018 - 16:38

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Online
Título: Membro
Última vez online: há 1 hora 49 minutos
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 472

Comentários

imagem de J. Thamiel

Feliz novas datas

Feliz novas datas

imagem de Sérgio Teixeira

Igualmente amigo J

Igualmente amigo J Thamiel
Cumprindo no mundo o nosso papel.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 2 158 12/19/2020 - 15:54 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 1 138 12/11/2020 - 15:31 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 293 12/04/2020 - 12:03 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 0 162 10/30/2020 - 22:54 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 214 10/30/2020 - 11:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 175 10/10/2020 - 19:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 178 09/21/2020 - 12:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 275 07/04/2020 - 20:40 Português
Poesia/Geral POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO) 3 515 06/16/2020 - 20:07 Português
Poesia/Geral SOMOS TODOS IGUAIS (?) 2 558 05/25/2020 - 20:23 Português
Poesia/Geral O CANTAR DO MEU SILÊNCIO 2 421 05/06/2020 - 15:26 Português
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 438 04/10/2020 - 15:10 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 484 03/27/2020 - 00:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 359 03/17/2020 - 13:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 1 504 02/29/2020 - 02:04 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 474 02/17/2020 - 16:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 462 02/07/2020 - 10:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 486 01/22/2020 - 21:41 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 597 01/05/2020 - 13:06 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 815 01/05/2020 - 12:59 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 385 12/29/2019 - 23:45 Português
Poesia/Geral DEVANEIO 2 726 12/22/2019 - 11:08 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 850 12/22/2019 - 10:36 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 379 11/10/2019 - 16:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 476 10/16/2019 - 00:35 Português