CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

REPASTO DE ESQUECIMENTO

Sem porquê nem poder,

sem música nem fado

por céus divididos pelas fatias do tempo

ceifado até pó deitado ao passado,

onde seivas de nada escorrem

por todo o lado,

fechado num momento mordido

por cada pedaço da sua primitiva passagem,

sem vertigem nem miragem,

frias Primaveras nos prados do olhar,

de vistas cegas quão infinitas,

de aragem irrequieta,

de danças bonitas,

andanças aos gritos no peito

como que uma casa cheia de vazias luzes

num rio de cruzes e sede,

chegar como que uma rede de dor

que nos envolve,

amar que nos mata e nos dissolve

em poesia e silêncio

num repasto de esquecimento.
.
.
Henrique Fernandes

Submited by

terça-feira, janeiro 27, 2015 - 22:48

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 13 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação LADOS POR TODO O LADO … 0 1.079 02/02/2013 - 22:23 Português
Videos/Música Ecos da Cave - Desejo 0 1.387 02/01/2013 - 01:30 Português
Poesia/Tristeza PERTO DE NADA … 0 689 02/01/2013 - 00:32 Português
Poesia/Meditação DAR CORDA À HORA DE SER … 0 645 01/30/2013 - 01:03 Português
Poesia/Amizade CORRE COMIGO … 0 466 01/28/2013 - 23:04 Português
Videos/Música Pink Floyd - Another Brick In The Wall 0 1.014 01/27/2013 - 05:21 Português
Poesia/Intervenção BOA VIAGEM ATÉ BEM-VINDOS … 0 715 01/27/2013 - 05:02 Português
Fotos/Artes Eu Quero Beijos, Muitos Beijos ... 0 600 01/26/2013 - 21:57 Português
Poesia/Meditação AUTOESTRADA DE VENTOS … 0 492 01/26/2013 - 21:18 Português
Poesia/Aforismo UM PROFISSIONAL QUE NÃO SONHE, CONTINUA AMADOR... 1 689 01/26/2013 - 03:33 Português
Poesia/Tristeza A NOITE AVELOU EM ESCURIDÃO FUNDA … 0 506 01/26/2013 - 01:33 Português
Poesia/Meditação NÓS NA SOLIDÃO … 2 597 01/25/2013 - 12:38 Português
Poesia/Meditação SAUDADE … 0 826 01/24/2013 - 00:52 Português
Poesia/Meditação DE INFINITO-A-INFINITO ORA A HORA … 1 817 01/21/2013 - 16:50 Português
Poesia/Tristeza OLHOS FRIOS FERVEM NO MEU OLHAR … 2 729 01/20/2013 - 17:54 Português
Poesia/Aforismo O AMOR AMA-SE ... 0 626 01/20/2013 - 16:43 Português
Poesia/Dedicado OLÁ MÃE … 1 816 01/19/2013 - 16:00 Português
Poesia/Gótico SOMBRA E SANGUE … 0 671 01/18/2013 - 02:15 Português
Poesia/Meditação COMPARSA DO TEMPO … 0 881 01/17/2013 - 02:08 Português
Poesia/Meditação ARRANHÕES DE AMOR … 0 803 01/15/2013 - 23:50 Português
Poesia/Amizade POIS ELA QUE ACORDE !!! 0 942 01/13/2013 - 20:40 Português
Poesia/Aforismo A BONDADE TEM A MANIA QUE É BOA ... 0 669 01/13/2013 - 14:39 Português
Poesia/Tristeza MORTE E MEIA … 1 700 01/13/2013 - 03:28 Português
Poesia/Meditação ISCOS DE SIM E NÃO … 0 526 01/08/2013 - 23:49 Português
Poesia/Meditação POEIRA DE PANCAS … 0 722 01/07/2013 - 22:57 Português