CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Revelação

Hoje conto um novo conto
A partir de um novo ponto
Muitas letras foram desbravadas
Muita historia ainda tem que ser contada
Muitas palavras ainda serão encontradas

Agora chegou a vez do meu amigo
Uma pessoa presente e que ao mesmo tempo não está comigo
Uma pessoa importante que faz falta
Ele que topa qualquer parada
Esse que é o meu exemplo
Um verdadeiro camarada

Quando ele fala quer ajudar
Quando se exalta prefere se calar
E mesmo assim somos rudes e não nos deixamos entender
Todos são diferentes! Basta compreender.

Na rua ele ganha destaque
Ele é mesmo de muitos o melhor amigo
Sua amizade, bem quista, é muito disputada
A presença dele é muito recomendada

É admirável, é legal, é feliz.
Mas existe uma resistência entre nós
As vezes ele tenta, outras se omite, mas nunca desiste!
Ele tenta de tudo, releva, persiste

Quando crianças éramos unidos
Conversávamos e brincávamos com mais freqüência
Foram tempos realmente dourados
Quando era direto o assunto entre nós
Não precisávamos de recados

Ainda conheço-o pouco, gostaria de saber escuta-lo um pouco mais
Ele é fera, é diferente.
Queria caminhar junto, nunca atrás, ou na frente
Esse cara é mais que especial, é meu exemplo
Olho pra ele e me vejo, isso a todo tempo

Certa vez quis ser detetive
Uma inocente brincadeira
Me empolguei e me vi a vasculhar
Achei várias cartas, anotações e me vi a chorar

Somos parecidos, somos opostos
Somos semelhantes, somos diferentes
Somos letristas, somos poetas
Somos intensos, ou só de momentos
Somos na verdade amigos
Um relacionamento impossível de copiar
Nos amamos, de um jeito incomum, mas é o que se deve destacar
O sentimento que não é dito, mas que existe
Um verdadeiro clamor que o coração faz questão, que insiste

Esse sentimento não é exato
Difícil de se explicar
Mas nessa vida nada é fácil
Por isso a calma é companheira no nosso caminhar

Para traduzi-lo posso usar a palavra fé
Que move e sempre o deixa de pé
Carisma e solidariedade
Ele é humano, adepto a prosperidade
Se quiser imitá-lo imite a sua amizade
Essa que é incondicional e não tem hora
Ele sim é amigo, confidente, conselheiro
Se precisar pode contar, ele é o mesmo o dia inteiro

Tento buscar formas de acabar esta minha anotação
Mas o lápis transcorre o papel e não quer parar
Não é fácil escolher as palavras
Elas se escondem, tem medo de errar

Elas se escondem e dificultam a tradução
Não me deixam mostrar com versos o coração
Não posso economizar se quer uma letra
Quando ao mundo apresento o meu irmão!
 

Submited by

quinta-feira, fevereiro 17, 2011 - 00:37

Poesia :

No votes yet

L.S. Paiva

imagem de L.S. Paiva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 48 semanas
Membro desde: 01/28/2011
Conteúdos:
Pontos: 526

Comentários

imagem de MarneDulinski

Revelação

L.S.Paiva!

LINDÍSSMO SEU TEXTO, FELIZ DAQUELE QUE TEM UMA AMIZADE COMO A QUE VOCÊ RELATOU; QUEM TEM UMA AMIZADE ASSIM NOS DIAS DE HOJE, PODE SE DIZER QUE É FELIZ, FELICIDADE ESTA, QUE PODE SER COROADA COM O AMOR DE UM LINDA MULHER,O RESTO ACONTECE AOS  POUQUINHOS, E DEIXE A VIDA ME LEVAR, OI LEVA EU...

Meus parabéns,

MarneDulinski

 

 

 

 

 

 

 

imagem de L.S. Paiva

[...] sou feliz e agradeço a

[...] sou feliz e agradeço a tudo que Deus me deu [...] la la iá la iá...

 

este amigo do Poema infelizmente não tenho muito contato, meu irmão! Somos de culturas diferenmtes e de épocas diferentes, nos amamos, mas nunca nos damos bem sabe?

Pois é a admiração foge ao preceito da ordem e do amor reciproco!

Zelamos um pelo outro mas demostração de afeto são pouco valorizados! Realmente uam pena!

 

Grato pelo comentário

L.S.Paiva.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of L.S. Paiva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo Eterno teatro 6 978 03/13/2011 - 02:52 Português
Anúncios/Outros - Oferece-se Fragmentos - Uma nova forma de poesia... (1º Livro do Autor) 0 1.025 03/08/2011 - 04:18 Português
Poesia/Aforismo Suindara' 4 1.538 02/25/2011 - 15:31 Português
Poesia/Aforismo Voluntários 2 972 02/17/2011 - 15:15 Português
Poesia/Dedicado Impossível tradução 2 938 02/17/2011 - 15:11 Português
Poesia/Dedicado Não é tarde 2 899 02/17/2011 - 15:09 Português
Poesia/Dedicado Desabafo 2 678 02/17/2011 - 15:07 Português
Poesia/Geral Um novo desafio 4 924 02/17/2011 - 15:04 Português
Poesia/Geral Reflexos e reflexões 1 947 02/17/2011 - 05:56 Português
Poesia/Dedicado Pequeno presente 2 995 02/17/2011 - 05:16 Português
Poesia/Dedicado Abraço coletivo 2 928 02/17/2011 - 05:14 Português
Poesia/Dedicado Revelação 2 597 02/17/2011 - 05:00 Português
Poesia/Dedicado Revelação 2 673 02/17/2011 - 04:54 Português
Poesia/Geral É quando o jogo vira 2 891 02/17/2011 - 04:46 Português
Poesia/Aforismo A vida e seus conceitos 2 834 02/17/2011 - 04:44 Português
Poesia/Aforismo O que move o poeta 2 762 02/17/2011 - 04:42 Português
Poesia/Geral Não insista 2 694 02/17/2011 - 04:40 Português
Poesia/Geral Erros... 2 757 02/17/2011 - 04:37 Português
Poesia/Dedicado Esta declaração se procede 2 771 02/17/2011 - 04:33 Português
Poesia/Dedicado Surpresas 2 728 02/17/2011 - 04:30 Português
Poesia/Dedicado Surpresas 2 778 02/17/2011 - 04:28 Português
Poesia/Amor Inestimável é o poder de amar 2 776 02/17/2011 - 04:26 Português
Poesia/Geral Antecipação 2 932 02/17/2011 - 04:22 Português
Poesia/Geral A pior dor humana 2 620 02/17/2011 - 04:20 Português
Poesia/Dedicado Espero-te 2 656 02/17/2011 - 04:17 Português