CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

BOA NOITE, OLÍVIA.

Meus tantos nomes foram insuficientes para ocultar minha tristeza. São tantos dias sem a sua presença que já não consigo reparar na beleza da luz do sol. Os detalhes da vida escapa-me assim como o tempo e sinto, através do vão dos meus dedos, que minha vida tornou-se gélida e pesada.

     Antes eu tivesse ouvido a voz de minha consciência, os apelos da minha razão e deixado de lado as vezes que fui te encontrar. Tudo muito rápido, tudo muito confuso. A única certeza foi a de que acreditei/desacreditei na esperança e na alegria tantas vezes como piscar os olhos em um minuto.

     E hoje, Olívia? Quem de nós poderá ser julgado pelo que aconteceu. Matamos nosso amor e o sepultamos na cova rasa, deixamos tudo o que havíamos planejado apodrecer no deserto de nossa desconfiança e ciúmes.

     Me diga, minha cara. Por que não ouço tua voz uma vez mais? Por que não capto o movimento de teus lábios ou então, a mágica produzida pelos teus dedos quando tocam minha pele alva?

      Eu quero saber. Eu preciso saber. Meu tempo aqui se esgota. Meu corpo está cansado e sinto dores em todas as juntas. Não consigo mais prosseguir. Quero parar. Preciso descansar.

     Ajude-me, Olívia! Desperta desse sono e vem ao meu encontro. Atravessa essa camada de madeira e toda a terra e ponha-se ao meu lado. Preciso de tua companhia.

     Assim é toda a noite desde que você escolheu partir. Assim repete-se este ciclo de promessas não cumpridas e pedidos de perdão.

      Tu bem sabes como eu sou. Tu sabes do que sou feito. Por mais que eu seja duro como a rocha, forte como o aço ainda assim a saudade me corrói por dentro e a cada dia retorno a este lugar. Algumas vezes somente para te trazer uma flor. Outras, como hoje, somente para dizer:

    Boa noite, Olívia!

Submited by

quarta-feira, julho 9, 2014 - 18:39

Prosas :

Average: 5 (1 vote)

Daniel Kobra

imagem de Daniel Kobra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 21 semanas
Membro desde: 08/20/2013
Conteúdos:
Pontos: 859

Comentários

imagem de deborabenvenuti

Boa noite,Olivia

Lindo e triste,Daniel. Todos os sentimentos refletidos nesse grito de dor, que jamais calará. Assim é a saudade que sentimos de quem já partiu.
Abraços

http://oacendedordecoracoes.blogspot.com.br

imagem de Daniel Kobra

TEXTO

Obrigado, minha querida, Debora. Minha natureza melancólica as vezes se apresenta, toma forma, enfim...Mas, este texto surgiu quando o texto me veio no meio da noite. Gosto muito de idealizar situações e criar personagens. E, no final das contas, aprendo com isso.

Beijos e, mais uma vez, muito obrigado!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Daniel Kobra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor deixa 0 1.000 06/21/2018 - 16:54 Português
Poesia/Dedicado Esses dias... 0 1.072 06/18/2018 - 11:41 Português
Fotos/Pessoais Fazendo musica... por aí 0 492 06/18/2018 - 11:22 Português
Fotos/Pessoais Detalhes 0 774 06/18/2018 - 11:21 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida - V 0 729 06/18/2018 - 11:20 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida - IV 0 699 06/18/2018 - 11:20 Português
Fotos/Pessoais Palcos da vida III 0 758 06/18/2018 - 11:19 Português
Fotos/Pessoais retrato 0 1.173 06/15/2018 - 19:51 Português
Poesia/Amor eu desejo... 0 621 06/15/2018 - 11:41 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida - II 0 564 06/15/2018 - 11:37 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida 0 651 06/15/2018 - 11:36 Português
Poesia/Pensamentos O Retorno 2 817 06/14/2018 - 17:38 Português
Prosas/Outros NÃO É NÃO! 0 789 06/14/2018 - 17:31 Português
Fotos/Pessoais Calçadas, ruas e praças 0 863 06/14/2018 - 17:12 Português
Fotos/Pessoais Sob as luzes 0 551 06/14/2018 - 17:11 Português
Fotos/Outros Por ai 0 798 06/14/2018 - 17:10 Português
Fotos/Pessoais Nos palcos da vida 0 872 06/14/2018 - 17:09 Português
Prosas/Outros ICARO (Crônica) 0 1.540 10/14/2014 - 14:25 Português
Poesia/Tristeza AUSÊNCIA 0 1.440 10/10/2014 - 14:57 Português
Prosas/Outros 4.4 (crônica) 0 1.152 10/10/2014 - 14:48 Português
Prosas/Outros UM TEXTO (crônica) 0 958 10/10/2014 - 14:24 Português
Poesia/Fantasia LUA INVEJOSA 0 1.174 10/07/2014 - 19:30 Português
Prosas/Contos NOSSA ETERNA FOME DE AFETO GENUÍNO 0 1.531 10/06/2014 - 18:10 Português
Prosas/Outros QUAL É O TEU SIGNO? (crônica) 0 926 10/03/2014 - 20:25 Português
Prosas/Contos A GRANDE FESTA DO PORCOS 0 1.627 10/02/2014 - 12:20 Português