CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Priscilla

Da mão de Priscilla
Caía docemente um livro lido ,
Por entre os lençois de linho
Adivinhavam-se contornos
De searas ondulantes e dunas preguiçosas ,
"Boa noite" pensou ele
Enquanto acriciava o rosto dela ,
"Eu vou-te amar esta noite quente
E ainda vou ouvir cantar a cotovia na madrugada ,ainda dormente"
Pensou ; antes de adormecer.

No sonho ,ouviu-se
Uma canção ainda indiscrita ,
E uma rosa pousou
Fixamente nos cabelos de Priscilla ,
Dormia ,sonhava uma melodia incantata ,
Indizivel ,os labios semi/abertos com sons semi/descobertos ,
Um lençol cetim branco
Tranlúcido ,encantada ,
Encantava a cotovia,
No parapeito da janela entreaberta,
Num quarto algures , decerto semi-deserto ,
O amor floresceu sob o a romaneira,
Frente á janela ,lá em shang-ri-la.

Jorge Santos

Submited by

segunda-feira, dezembro 21, 2009 - 20:09

Ministério da Poesia :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 5 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado Iris 10 1.171 11/28/2018 - 16:24 Português
Ministério da Poesia/Aforismo espelho meu 10 1.802 11/28/2018 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Aforismo seda 10 2.524 11/28/2018 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Dedragão 10 1.607 11/28/2018 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Mal feito eu 10 640 11/28/2018 - 16:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo larva ou crisálida 10 910 11/28/2018 - 16:16 Português
Poesia/Geral De mim não falo mais 10 804 11/18/2018 - 17:04 Português
Poesia/Geral Não ha paisagem que ame mais 10 1.121 11/15/2018 - 21:32 Português
Prosas/Outros Requiem for a dream 10 2.116 11/15/2018 - 21:32 Português
Poesia/Geral O rio só precisa desejar a foz 10 930 11/13/2018 - 13:43 Português
Poesia/Geral Se pudesse pegava em mim e seria outra coisa qualquer 11 970 11/13/2018 - 13:41 Português
Poesia/Geral Vivo numa casa sem vista certa 11 1.689 11/13/2018 - 13:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Amor omisso. 11 872 10/16/2018 - 17:32 Português
Poesia/Geral I can fly ... 11 759 10/16/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral -O corte do costume, se faz favor – 14 506 10/16/2018 - 09:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Jaz por terra... 13 600 10/16/2018 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou o oposto, 13 555 10/16/2018 - 09:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho fugir de mim, 13 1.166 10/16/2018 - 09:35 Português
Ministério da Poesia/Geral No bater de duas asas​ ... 13 541 10/16/2018 - 09:34 Português
Poesia/Geral “From above to below” 13 438 10/16/2018 - 09:33 Português
Ministério da Poesia/Geral Conto … 13 253 10/16/2018 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral “From above to below” 13 570 10/16/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral JOEL MATOS 14 1.157 10/16/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Antes de tud’o mais ... 13 468 10/16/2018 - 09:30 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sinto" 13 877 10/16/2018 - 09:29 Português