CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sou um homem complicado…

 

Sou um homem complicado, pondo
De lado a saudade do que queria,
Escondo o que penso da abdicação
E o que quero é um santo remédio,
Que dê combate ao absurdo que sou

E queria para deixar de existir o que
Quero por encanto e enquanto falar
A saudade tão alto que não haja
Maneira de ouvir não pensar, se quero

O impossível que continuo a querer
Por teimosia e nao por bom senso
Ou a incapacidade de ter saudade de tudo,
Pois sinto saudade do sorriso, pondo

De lado a razão, com que não lido,luto…
Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Quem sabe a minha vinda depois de viver,
Explicando tão concreta porém abstracta, tinta…

Jorge Santos (03/09/2015)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 12:09

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 19 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40617

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 26 01/24/2020 - 20:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 30 01/08/2020 - 13:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 14 01/08/2020 - 12:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 24 01/08/2020 - 12:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 30 01/08/2020 - 11:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 15 01/08/2020 - 11:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 14 01/08/2020 - 11:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 15 01/08/2020 - 11:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 22 01/08/2020 - 11:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 26 01/08/2020 - 11:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 28 01/08/2020 - 10:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 28 01/08/2020 - 10:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 47 01/08/2020 - 10:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 13 01/08/2020 - 10:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 22 01/08/2020 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 15 01/08/2020 - 10:01 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 0 40 01/08/2020 - 09:54 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 0 31 01/08/2020 - 09:44 Português
Poesia/Geral Feliz como poucos … 0 46 01/08/2020 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 39 760 11/28/2019 - 11:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Dreaming Of A Better World 122 311 11/10/2019 - 18:37 Português
Poesia/Geral Escrevo o que ninguém escuta ... 108 404 10/22/2019 - 14:40 Português
Poesia/Geral Supondo-me desperto 85 1.035 10/22/2019 - 14:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Venho de uma pequena ciência, 148 340 10/22/2019 - 14:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Indigno eu, 92 289 10/22/2019 - 14:37 Português