CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nada tenho pra dizer ...

Nada tenho pra dizer ...

Nada tenho pra dizer e me culpo
Seja p'lo que não for dito como p'lo que disse
pouco, não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito e me convenci
Ter sido, nada mais simples que isso,

Digo pouco porque pouco há a dizer
Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado o lago onde me ponho de polegar
Ao longo, Adepto menor me sinto e me desvinculo
Ainda que seja em verdade discípulo do breu
E não Grão-Mestre na condição de divino do céu,

Me dói a realidade com que vivo,
Nada mais simples que isso ...

Joel Matos (05/2018)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, maio 23, 2018 - 10:48

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 56 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40548

Comentários

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

Sou pouco seguro do que digo

Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 39 680 11/28/2019 - 11:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Dreaming Of A Better World 122 199 11/10/2019 - 18:37 Português
Poesia/Geral Escrevo o que ninguém escuta ... 108 332 10/22/2019 - 14:40 Português
Poesia/Geral Supondo-me desperto 85 981 10/22/2019 - 14:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Venho de uma pequena ciência, 148 287 10/22/2019 - 14:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Indigno eu, 92 210 10/22/2019 - 14:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Aconteço "por-acontecer" 87 204 10/22/2019 - 14:35 Português
Ministério da Poesia/Geral Hino ao amanhã 99 252 10/22/2019 - 14:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Ânsias ...lais de guia... 92 222 10/22/2019 - 14:33 Português
Ministério da Poesia/Geral Doce manifesto da vida 50 138 10/22/2019 - 14:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Pra'lém do sonhar comum ... 80 218 10/22/2019 - 14:03 Português
Poesia/Geral Ranho e linho... 79 358 10/22/2019 - 14:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonhar é cabelo, 58 154 10/22/2019 - 14:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo em mim 40 125 10/18/2019 - 23:52 Português
Ministério da Poesia/Geral É hoje o dia… 301 577 07/12/2019 - 11:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Sendo eu outro 77 745 06/10/2019 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 37 551 06/10/2019 - 17:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou feliz porque não escrevo… 49 589 06/10/2019 - 14:28 Português
Poesia/Geral O triunfo dos relógios ... 167 24.300 06/07/2019 - 19:02 Português
Ministério da Poesia/Geral O meu préstimo… 250 563 06/07/2019 - 18:59 Português
Ministério da Poesia/Geral (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 265 591 06/07/2019 - 18:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Pois tudo o que se move é sagrado. 368 1.127 05/23/2019 - 19:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha voz não vê … 232 1.209 05/22/2019 - 18:48 Português
Ministério da Poesia/Geral (Ouçam-me, pra que eu possa…) 123 629 05/22/2019 - 14:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou um homem complicado… 156 553 05/22/2019 - 08:22 Português