Cobra coral


Cobra coral

Tem uma cobra grande, enrolada
e envenenada com veneno pleno.

Tem de sobra, uma anta infeliz em
arruaça e com um aceno sereno.

A cobra branca é a mãe da coral
brilhosa e  muito venenosa.

A filha tinha o mesmo veneno
fatal e uma força fibrosa, era
uma cobra diferente e orgulhosa.

Enterrei a coral sob o piso, depois
decepei a força fatal, era preciso.

A cobra branca gerou mais veneno.
Incorporou nos corpos dos pequenos.

A maldade tinha a graça dos idos e
idiotas.
A nata tinha alça nas linhas incertas
e tortas.

As mortas eram mais vivas e os vivos
estavam de volta nas novas idas.

Quase que as vadias levaram as
pistas.
Quase! Mas ainda não as perdi de
vista...

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

Saturday, October 6, 2012 - 01:34

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

onovopoeta's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 year 49 weeks ago
Joined: 04/19/2009
Posts:
Points: 1469

Add comment

Login to post comments

other contents of onovopoeta

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Thoughts Santo do pau oco 0 1.164 11/03/2018 - 20:51 Portuguese
Poesia/General Gemas acabrunhadas 0 902 10/19/2018 - 13:06 Portuguese
Poesia/General Receio do remate 1 1.813 10/15/2018 - 15:47 Portuguese
Poesia/Meditation Talvez um anjo 1 1.268 10/15/2018 - 15:46 Portuguese
Poesia/Meditation Oscilação 1 1.870 10/15/2018 - 15:45 Portuguese
Poesia/General Dito-cujo 2 1.289 10/15/2018 - 15:43 Portuguese
Poesia/General Abstrato 2 1.654 03/15/2018 - 08:42 Portuguese
Poesia/Love Sobejar de paixão 2 853 03/15/2018 - 08:41 Portuguese
Poesia/General Beiços de homens 1 936 02/27/2018 - 10:37 Portuguese
Poesia/Meditation Morte e vida 1 1.764 02/27/2018 - 10:36 Portuguese
Poesia/Love Pétalas do amor 1 1.188 01/22/2018 - 13:58 Portuguese
Poesia/Meditation 10 graças 1 1.317 05/29/2016 - 12:03 Portuguese
Poesia/General Sinfônica saúde 0 1.001 04/22/2016 - 14:02 Portuguese
Poesia/General Santas descabidas 0 1.107 02/21/2016 - 19:22 Portuguese
Poesia/Love Vinho triste 0 1.418 02/21/2016 - 19:20 Portuguese
Poesia/Love Lucidez abstrusa 0 1.987 12/24/2015 - 11:19 Portuguese
Poesia/General Oportunista 0 1.141 11/07/2015 - 21:42 Portuguese
Poesia/General Fluidos mínimos 0 1.273 09/23/2015 - 10:55 Portuguese
Poesia/General Mortos odoríferos 0 1.426 07/21/2015 - 10:30 Portuguese
Poesia/Love Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.688 06/13/2015 - 18:21 Portuguese
Poesia/Meditation Dias encafifados 0 1.510 04/29/2015 - 11:07 Portuguese
Poesia/Love Amor de seis rimas 0 1.611 03/27/2015 - 11:29 Portuguese
Poesia/General Mortos do vaso 0 1.370 02/15/2015 - 12:26 Portuguese
Poesia/Love Memórias de girasol 0 1.224 01/15/2015 - 10:12 Portuguese
Poesia/Fantasy Luzes dos lampiros 0 1.284 12/23/2014 - 13:55 Portuguese