Santo do pau oco


Santo do pau oco

Os alagamentos que mata e leva a coberta
Um beija flor azul que paira no ar normal
Mapa doente, apesar da promessa certa
Cruel não é vê? É sim permanecer no anual

Sonho com futuro menos letal que desperta
Reservo a ilusão, também densa sem o mau
Ditado rouba mais faz! Com a morte na reta
Feio vê, correr a pé, sem pé e base estrutural

Uma moléstia tende a ver o espectro e acerta
Amargura da espera onde o título só é teatral
Os dias de alegria foi só uma porta entreaberta
Ventava forte sem o mato ou morro o tal fatal

O lance rompeu o dia da esperada descoberta
Chorava com cara de malvado e olhar mortal
O santo era o do pau oco, o sujeito que aperta
Lamento se isso for só uma ilusão com ar formal.

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

Saturday, November 3, 2018 - 20:51

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

onovopoeta's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 14 weeks 1 day ago
Joined: 04/19/2009
Posts:
Points: 1469

Add comment

Login to post comments

other contents of onovopoeta

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Thoughts Santo do pau oco 0 362 11/03/2018 - 20:51 Portuguese
Poesia/General Gemas acabrunhadas 0 104 10/19/2018 - 13:06 Portuguese
Poesia/General Receio do remate 1 1.032 10/15/2018 - 15:47 Portuguese
Poesia/Meditation Talvez um anjo 1 564 10/15/2018 - 15:46 Portuguese
Poesia/Meditation Oscilação 1 1.215 10/15/2018 - 15:45 Portuguese
Poesia/General Dito-cujo 2 335 10/15/2018 - 15:43 Portuguese
Poesia/General Abstrato 2 1.001 03/15/2018 - 08:42 Portuguese
Poesia/Love Sobejar de paixão 2 214 03/15/2018 - 08:41 Portuguese
Poesia/General Beiços de homens 1 311 02/27/2018 - 10:37 Portuguese
Poesia/Meditation Morte e vida 1 592 02/27/2018 - 10:36 Portuguese
Poesia/Love Pétalas do amor 1 348 01/22/2018 - 13:58 Portuguese
Poesia/Meditation 10 graças 1 469 05/29/2016 - 12:03 Portuguese
Poesia/General Sinfônica saúde 0 577 04/22/2016 - 14:02 Portuguese
Poesia/General Santas descabidas 0 636 02/21/2016 - 19:22 Portuguese
Poesia/Love Vinho triste 0 802 02/21/2016 - 19:20 Portuguese
Poesia/Love Lucidez abstrusa 0 1.263 12/24/2015 - 11:19 Portuguese
Poesia/General Oportunista 0 590 11/07/2015 - 21:42 Portuguese
Poesia/General Fluidos mínimos 0 566 09/23/2015 - 10:55 Portuguese
Poesia/General Mortos odoríferos 0 1.026 07/21/2015 - 10:30 Portuguese
Poesia/Love Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 855 06/13/2015 - 18:21 Portuguese
Poesia/Meditation Dias encafifados 0 748 04/29/2015 - 11:07 Portuguese
Poesia/Love Amor de seis rimas 0 998 03/27/2015 - 11:29 Portuguese
Poesia/General Mortos do vaso 0 870 02/15/2015 - 12:26 Portuguese
Poesia/Love Memórias de girasol 0 681 01/15/2015 - 10:12 Portuguese
Poesia/Fantasy Luzes dos lampiros 0 827 12/23/2014 - 13:55 Portuguese