Esquina da palavra

Não sei
qual a melhor hora do dia
para fazer poesia!

Nas noites as estrelas
nem sempre inspiram
as insónias galgam
nos poros das palavras
a lua despede-se sem alicerces.

A manhã é a primazia do sol
os ponteiros vibram no despertar,
os orvalhos da manhã
são frescos como romã
no vazio recolhido
da consciência devoluta .

As tardes correm
brindam faúlhas da lareira na clareira
onde o sol se deita encantado
embalado no berço das brisas calmas.

Acompanho os movimentos…

Alimento a mente
nas horas completas do dia
mas na verdade
a poesia nasce
na esquina da palavra
desenhada na emoção
no abrigo dos gestos
ausentes na presente
memória de um flash!

Submited by

Martes, Junio 12, 2012 - 15:06

Poesia :

Su voto: Nada (2 votos)

AnaCoelho

Imagen de AnaCoelho
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 6 años 11 semanas
Integró: 11/14/2008
Posts:
Points: 1789

Comentarios

Imagen de Henricabilio

Toda a hora é própria para

Toda a hora é própria para escrever
mas nem todos os momentos o são
- a falta de tempo ou o cansaço,
são obstáculos para a criatividade.

Saudações!

_Abilio

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of AnaCoelho

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Meditación Densidade do olhar 2 1.303 03/15/2018 - 09:38 Portuguese
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.329 03/15/2018 - 09:37 Portuguese
Poesia/Meditación Onde as nuvens pousam 1 804 11/07/2015 - 11:14 Portuguese
Poesia/Meditación Lágrimas quentes 0 1.052 12/22/2012 - 20:02 Portuguese
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.381 12/20/2012 - 02:10 Portuguese
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 934 10/08/2012 - 06:36 Portuguese
Poesia/Intervención Fazer das letras os gestos 0 1.617 07/21/2012 - 21:14 Portuguese
Poesia/Meditación Os vales da realidade 3 821 07/09/2012 - 08:10 Portuguese
Poesia/Meditación Um oásis que flutua 0 534 06/25/2012 - 16:33 Portuguese
Poesia/Dedicada Não há lábios nem lágrimas 0 1.110 06/24/2012 - 12:16 Portuguese
Poesia/Meditación Num grito estagnado 1 1.099 06/21/2012 - 18:21 Portuguese
Poesia/Amistad Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.088 06/20/2012 - 20:54 Portuguese
Poesia/Meditación Cadências cálidas 1 906 06/14/2012 - 10:10 Portuguese
Poesia/Meditación Esquina da palavra 1 1.616 06/13/2012 - 08:40 Portuguese
Poesia/Intervención Pura ilusão cega 3 1.000 04/15/2012 - 17:35 Portuguese
Poesia/Meditación Esquina de cada utopia 1 1.208 01/06/2012 - 17:32 Portuguese
Poesia/Meditación Os braços sonham ser asas 0 1.592 12/31/2011 - 01:49 Portuguese
Poesia/Meditación Mar de nada 1 1.274 12/11/2011 - 19:44 Portuguese
Poesia/Meditación Traição do destino 0 1.272 12/04/2011 - 22:41 Portuguese
Poesia/Meditación Caminho aberto 0 1.152 11/30/2011 - 22:23 Portuguese
Poesia/Meditación Desígnios da vida 0 1.033 11/29/2011 - 21:06 Portuguese
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.188 10/20/2011 - 13:08 Portuguese
Poesia/Dedicada Agora Setembro Renasce 0 2.577 09/23/2011 - 05:35 Portuguese
Poesia/Meditación Os argumentos de um poema 0 1.911 09/22/2011 - 03:49 Portuguese
Poesia/Meditación EXCERTOS DA ALMA 1 1.696 09/19/2011 - 15:25 Portuguese