CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ao fim do dia

Vivo as noites e os dias
No abrigo do teu sorriso,
Abro a janela
E espreito pela íris
Os raios de luz na cor das estrelas
Que vestem o supremo
Templo que me faz levitar.

Nos sustentáculos do teu olhar
Sonho acordada
Quando nos teus braços me quedo
Ao fim do dia
Para contigo partilhar o universo
Dos versos que me fazes suspirar!

Submited by

quinta-feira, fevereiro 4, 2010 - 19:13

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 6 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Henrique

Re: Ao fim do dia

Levitar é ao que chamo a esta leitura de um poema curto mas de sensações infinitas!!!

:-)

imagem de apsferreira

Re: Ao fim do dia

Muito, belo.
:-)

imagem de Mefistus

Re: Ao fim do dia

AnaCoelho;
Numa construção muito tua.
A beleza da tua alma, nesta passagem efervescente:

Nos sustentáculos do teu olhar
Sonho acordada
Quando nos teus braços me quedo

gostei bastante!

imagem de mariamateus

Re: Ao fim do dia

Ana Amiga :-)

Declaração de amor sublime!

Eu, amei ler-te!

Beijo-luz

tua fã!

mm

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.229 03/15/2018 - 08:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.272 03/15/2018 - 08:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 746 11/07/2015 - 10:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.003 12/22/2012 - 19:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.339 12/20/2012 - 01:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 918 10/08/2012 - 05:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.597 07/21/2012 - 20:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 767 07/09/2012 - 07:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 523 06/25/2012 - 15:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.067 06/24/2012 - 11:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.052 06/21/2012 - 17:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.027 06/20/2012 - 19:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 861 06/14/2012 - 09:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.601 06/13/2012 - 07:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 943 04/15/2012 - 16:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.183 01/06/2012 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.578 12/31/2011 - 00:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.242 12/11/2011 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.195 12/04/2011 - 21:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.128 11/30/2011 - 21:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 998 11/29/2011 - 20:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.145 10/20/2011 - 12:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.544 09/23/2011 - 04:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.860 09/22/2011 - 02:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.655 09/19/2011 - 14:25 Português