CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Atenta

Por pouco me convertia à obscuridade!
Não fosse a acuidade da minha visão obstinada,
E teria sido considerada mais uma prevaricadora.
Fui salva pela fé que tenho em mim,
E não só nos outros.
Fui salva pela força do cosmos,
Que sempre converge as energias
A favor do que ambicionamos,
Desde que o desejemos de coração aberto.
Encarei o mundo segundo ele é na realidade,
Não floreei!
Simplesmente aceitei!
Presenteou-me com a minha vista alargada!
Concluí que sou depositária
Da minha fórmula do amor,
Que me basta para diligenciar sempre
A vida com perícia.

Deixa-me firmada ao teu livro de memórias!
Não creio que se suceda mais uma vez,
Num baralho agitado ao acaso,
Um Ás pejado de tantos corações.
Queria conhecer-me nas cartas,
Antever o meu futuro fortuito.
Rever-te, transparente, numa bola de cristal.

Submited by

sábado, novembro 7, 2009 - 16:00

Poesia :

No votes yet

MartaBaptista

imagem de MartaBaptista
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 3 semanas
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 219

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: Atenta

MartaBaptista,

A nossa energia interior alida a energia do cosmo faz verdadeiros milagres... :-)

imagem de Gisa

Re: Atenta

Encarei o mundo segundo ele é na realidade,
Não floreei!
Simplesmente aceitei!

Que bom, é assim que acontece, és corajosa, você ou o personagem, mas adorei.

imagem de LaRoche

Re: Atenta

MartaBaptista,
Parabéns pelo texto que tem tanto de belo como de profundo. Só com muita clarividência se sabe aceitar desta forma serena e plenamente segura. Muitos Parabéns.

imagem de MarneDulinski

Re: Atenta

MartaBaptista!

Atenta

BELEZA DE POEMA, MEUS PARABÉNS!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MartaBaptista

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 591 0 674 11/24/2010 - 21:52 Português
Videos/Perfil 590 0 682 11/24/2010 - 21:52 Português
Fotos/ - 1411 0 1.201 11/23/2010 - 23:39 Português
Prosas/Outros Crónica incompleta: A linha do Douro 0 520 11/18/2010 - 22:51 Português
Poesia/Geral Eu sou feita também dos pássaros 5 537 03/18/2010 - 18:32 Português
Poesia/Geral Eu estou aqui! 3 434 03/18/2010 - 18:12 Português
Poesia/Geral A direcção do rio 5 407 03/14/2010 - 15:30 Português
Poesia/Geral O farol 3 471 03/09/2010 - 01:42 Português
Poesia/Geral O sonho 2 585 03/09/2010 - 01:37 Português
Poesia/Geral Atenta 4 595 11/07/2009 - 19:50 Português
Poesia/Geral As pedras 7 546 11/05/2009 - 21:08 Português
Poesia/Geral És estátua 11 533 10/30/2009 - 22:25 Português
Poesia/Geral A resposta 4 397 10/25/2009 - 23:50 Português
Poesia/Geral O meu maestro 9 508 10/25/2009 - 15:52 Português
Poesia/Geral A eternidade do tempo 7 541 10/24/2009 - 20:25 Português
Poesia/Geral Um Propósito 4 413 10/20/2009 - 19:01 Português
Poesia/Geral Paladar 11 535 10/19/2009 - 22:58 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém- 2º Momento 1 455 10/19/2009 - 03:25 Português
Poesia/Dedicado Dedicatória " O dessasombro" 7 655 10/18/2009 - 22:09 Português
Poesia/Geral Poeta sem talento 6 466 10/17/2009 - 12:22 Português
Poesia/Geral Hoje podia contar-te um segredo 8 463 10/16/2009 - 22:30 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém - 1º momento 1 497 10/16/2009 - 14:55 Português
Poesia/Geral A última viagem 3 532 10/16/2009 - 00:25 Português
Poesia/Geral Ainda perto do Farol 2 418 10/15/2009 - 16:43 Português
Poesia/Geral Não me culpes 3 505 10/15/2009 - 01:37 Português