CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poeta sem talento

Ouvi carpir, bem ao longe,
A morte santa do talento
De um poeta ignorado.
Quem cantava choros definhados
Eram dois fãs pouco envergonhados.

Remou toda a vida, inquieto,
Ao encontro da musa dos seus sonhos,
Mas extravasou apenas a sua parte desprovida de talento.
O velho homem tinha anunciado ao seu mundo
A falta de inspiração,
Coisa que já era regra
Para quem não sofre males do coração.

O seu derradeiro poema vestiu aquele dia
De luto inesperado.
Fez-se o enterro da poesia pública
Do homem afortunado.

Gritou ele em voz grave:
“ Poeta é, o que vive a vida em verso!”.

Submited by

sábado, outubro 17, 2009 - 00:04

Poesia :

No votes yet

MartaBaptista

imagem de MartaBaptista
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 33 semanas
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 219

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Poeta sem talento

MartaBaptista!

Poeta sem talento

Gritou ele em voz grave:
“ Poeta é, o que vive a vida em verso!”

Lindo, gostei do teu talento!
MarneDulinski

imagem de MartaBaptista

Re: Poeta sem talento

Ora Marne, sempre me lês e para mim isso tem valor.

Obrigada.

Abraço,
Marta

imagem de jopeman

Re: Poeta sem talento

Mto bom poema
Adorei
Bjos

imagem de MartaBaptista

Re: Poeta sem talento

Jopeman,

Uma honra ter-te a navegar pelos meus versos.

Obrigada.

Bj

imagem de Manuelaabreu

Re: Poeta sem talento

Gritou ele em voz grave:
“ Poeta é, o que vive a vida em verso!”.

...mas mais poeta...digo eu é o que verte a sua dor colectiva ou individual em verso ao mundo sem fronteiras.

Gostei bastante da sua poesia
Um abraço :-)

imagem de MartaBaptista

Re: Poeta sem talento

Manuela,

Um abraço por me leres.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MartaBaptista

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 591 0 632 11/24/2010 - 22:52 Português
Videos/Perfil 590 0 634 11/24/2010 - 22:52 Português
Fotos/ - 1411 0 1.166 11/24/2010 - 00:39 Português
Prosas/Outros Crónica incompleta: A linha do Douro 0 480 11/18/2010 - 23:51 Português
Poesia/Geral Eu sou feita também dos pássaros 5 509 03/18/2010 - 19:32 Português
Poesia/Geral Eu estou aqui! 3 408 03/18/2010 - 19:12 Português
Poesia/Geral A direcção do rio 5 380 03/14/2010 - 16:30 Português
Poesia/Geral O farol 3 436 03/09/2010 - 02:42 Português
Poesia/Geral O sonho 2 546 03/09/2010 - 02:37 Português
Poesia/Geral Atenta 4 541 11/07/2009 - 20:50 Português
Poesia/Geral As pedras 7 513 11/05/2009 - 22:08 Português
Poesia/Geral És estátua 11 434 10/30/2009 - 23:25 Português
Poesia/Geral A resposta 4 362 10/26/2009 - 00:50 Português
Poesia/Geral O meu maestro 9 470 10/25/2009 - 16:52 Português
Poesia/Geral A eternidade do tempo 7 516 10/24/2009 - 21:25 Português
Poesia/Geral Um Propósito 4 376 10/20/2009 - 20:01 Português
Poesia/Geral Paladar 11 496 10/19/2009 - 23:58 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém- 2º Momento 1 422 10/19/2009 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Dedicatória " O dessasombro" 7 615 10/18/2009 - 23:09 Português
Poesia/Geral Poeta sem talento 6 437 10/17/2009 - 13:22 Português
Poesia/Geral Hoje podia contar-te um segredo 8 427 10/16/2009 - 23:30 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém - 1º momento 1 469 10/16/2009 - 15:55 Português
Poesia/Geral A última viagem 3 502 10/16/2009 - 01:25 Português
Poesia/Geral Ainda perto do Farol 2 352 10/15/2009 - 17:43 Português
Poesia/Geral Não me culpes 3 482 10/15/2009 - 02:37 Português