CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O meu maestro

Ainda não temos a nossa melodia.
Mas aquela que discorres na minha ausência contínua,
Com os dedos finos que acarinham as cordas
Da tua guitarra afinada,
Adoça os meus ouvidos ávidos
Dessas vibrações inaudíveis.

Inquieto,
Aguardas que eu componha a orquestra,
Que eu escreva a letra,
Quando tu és o meu maestro.

Submited by

sábado, outubro 24, 2009 - 20:08

Poesia :

No votes yet

MartaBaptista

imagem de MartaBaptista
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 34 semanas
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 219

Comentários

imagem de sondelamer

Re: O meu maestro

Há melodias que têm de ser compostas a dois.

Gostei muito do teu poema, Marta!

Vou voltar.

imagem de MartaBaptista

Re: O meu maestro/ sondelamer

Obrigada!

Não há dúvida que escrevo para mim, talvez como catarse... Mas o que me lêem ajudam-me nesse método!

Abraço,
Marta.

imagem de LaRoche

Re: O meu maestro

MartaBaptista,

Parabéns pelo poema.
Mesmo não tendo melodia, se há existe um propósito, e isso é o mais importante para juntar as notas e formar acordes.

imagem de MartaBaptista

Re: O meu maestro/ LaRoche

Exactamente,
O importante é saber por onde começar.

Abraço,
Marta.

imagem de MarneDulinski

Re: O meu maestro

MartaBaptista!

O meu Maestro

Lindo, gostei!
Md

imagem de Zezinho

Re: O meu maestro

Aplausos belo poema bem notado!abrs 8-)

imagem de MartaBaptista

Re: O meu maestro/ Zezinho e Marne

Muito obrigada pelos comentários.

Abraço,
Marta

imagem de Manuelaabreu

Re: O meu maestro

...e por trás de um grande mestre estão grandes servidores... e a vida em colectividade tem sempre melhores progressos faces a diversidades ideológicas.
...é só um ponto de vista.
Um abraço :-)

imagem de MartaBaptista

Re: O meu maestro/ Manuela

Sou da mesma opinião, é uma forma interessante de interpretar o poema.
:-)
Abraço,
Marta

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MartaBaptista

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 591 0 637 11/24/2010 - 22:52 Português
Videos/Perfil 590 0 637 11/24/2010 - 22:52 Português
Fotos/ - 1411 0 1.166 11/24/2010 - 00:39 Português
Prosas/Outros Crónica incompleta: A linha do Douro 0 484 11/18/2010 - 23:51 Português
Poesia/Geral Eu sou feita também dos pássaros 5 510 03/18/2010 - 19:32 Português
Poesia/Geral Eu estou aqui! 3 408 03/18/2010 - 19:12 Português
Poesia/Geral A direcção do rio 5 381 03/14/2010 - 16:30 Português
Poesia/Geral O farol 3 436 03/09/2010 - 02:42 Português
Poesia/Geral O sonho 2 548 03/09/2010 - 02:37 Português
Poesia/Geral Atenta 4 541 11/07/2009 - 20:50 Português
Poesia/Geral As pedras 7 515 11/05/2009 - 22:08 Português
Poesia/Geral És estátua 11 435 10/30/2009 - 23:25 Português
Poesia/Geral A resposta 4 364 10/26/2009 - 00:50 Português
Poesia/Geral O meu maestro 9 470 10/25/2009 - 16:52 Português
Poesia/Geral A eternidade do tempo 7 517 10/24/2009 - 21:25 Português
Poesia/Geral Um Propósito 4 379 10/20/2009 - 20:01 Português
Poesia/Geral Paladar 11 496 10/19/2009 - 23:58 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém- 2º Momento 1 425 10/19/2009 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Dedicatória " O dessasombro" 7 617 10/18/2009 - 23:09 Português
Poesia/Geral Poeta sem talento 6 439 10/17/2009 - 13:22 Português
Poesia/Geral Hoje podia contar-te um segredo 8 429 10/16/2009 - 23:30 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém - 1º momento 1 470 10/16/2009 - 15:55 Português
Poesia/Geral A última viagem 3 505 10/16/2009 - 01:25 Português
Poesia/Geral Ainda perto do Farol 2 352 10/15/2009 - 17:43 Português
Poesia/Geral Não me culpes 3 483 10/15/2009 - 02:37 Português