CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

BALADA DA NOSTALGIA

 

Fecham-se meus olhos é completa escuridão
Vejo céus de prata, nuvens em rebanho.
O poder do silêncio se apudera do coração
E nas minhas veias, corre um rio estranho!

Surdos meus ouvidos, canções apagadas
Minhas mãos quietas, meus passos quebrados
Dedos que eram esperança e ideias paradas
Sonhos já distantes, sentidos desabitados.

Fecham-se meus olhos tristes cisnes negros
Já não são mil sóis, são minha cegueira
Infinito céu de águas,onde abundam degredos.

Fecham-se meus olhos, não choro o perdido
Submersos de esperança, queira ou não queira!?
Brotam lágrimas dizendo: foi tempo vivido!

natalia nuno

Submited by

sábado, janeiro 1, 2011 - 23:08

Poesia :

No votes yet

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 32 semanas 5 dias
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Comentários

imagem de Susan

Assim como uma canção nos faz

Assim como uma canção nos faz chorar as lágrimas da saudade que nos mata ...

Mutio lindo !!!

Beijos

Susan

imagem de natalianuno

Há dias que nem o sol nos

Há dias que nem o sol nos anima, e o silêncio cresce

no coração.

Grata Susan.

Beijo

imagem de AnaCoelho

BALADA DA NOSTALGIA

Uma balada de emoções num rio de serenidade e saudade

Beijos

imagem de natalianuno

Grata Aninha. Beijinho

Grata Aninha.

Beijinho

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão adeus ao que não volta mais... 1 324 07/23/2019 - 17:47 Português
Fotos/História Templo de Ho Che Minh/Camboja 0 450 07/23/2019 - 15:41 Português
Fotos/Cidades Hong Kong 0 377 07/23/2019 - 15:33 Português
Poesia/Geral palavras d'água... 0 347 04/07/2019 - 13:18 Português
Poesia/Desilusão foi ao espelho e nunca mais voltou... 0 416 04/14/2016 - 17:46 Português
Poesia/Desilusão não matem os pássaros 0 547 04/14/2016 - 17:41 Português
Poesia/Desilusão pequena prosa poética 0 508 04/07/2016 - 00:11 Português
Poesia/Amor palavras por dizer... 0 481 04/05/2016 - 18:25 Português
Poesia/Amor passo o tempo a desejar-te 0 479 04/05/2016 - 18:18 Português
Poesia/Desilusão já não me sei... 2 521 04/05/2016 - 18:13 Português
Poesia/Geral tantas ilusões... 0 519 04/02/2016 - 17:29 Português
Poesia/Geral um resto de sonho... 0 712 01/25/2013 - 12:29 Português
Fotos/Cidades MOSCOVO-METRO 0 1.270 01/23/2013 - 01:13 Português
Fotos/História CHINA-MURALHA 0 1.348 01/23/2013 - 01:06 Português
Poesia/Meditação sonho dum momento só meu 6 870 01/23/2013 - 00:19 Português
Poesia/Geral desafio o silêncio 4 1.279 01/22/2013 - 00:58 Português
Poesia/Amor MEU AMOR 5 1.096 01/21/2013 - 16:36 Português
Poesia/Dedicado gosto de coisas simples 1 1.108 08/11/2012 - 20:19 Português
Poesia/Desilusão NO EXÍLIO DA MEMÓRIA 3 984 06/01/2012 - 19:44 Português
Poesia/Desilusão ESPELHO D'ÁGUA 1 815 04/26/2012 - 23:04 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O SONHO E O VAZIO 5 928 04/19/2012 - 22:13 Português
Poesia/Geral GOTAS DE ORVALHO 3 801 04/17/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral ALGUÉM ME ABRIU OS BRAÇOS 4 679 04/17/2012 - 18:53 Português
Fotos/Monumentos CATEDRAL D'UOMO MILÃO 0 4.339 04/13/2012 - 15:27 Português
Fotos/Monumentos Catedral de Milão 0 1.487 04/13/2012 - 15:22 Português