CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DESILUSÃO

DESILUSÃO

Da Vida não levo recompensa
Já que a Vida foi tão dura
Mas trago esperança, também ardencia
Talvez  prá Vida futura?
Peço pouco, apenas paz
Já não peço assim eu tanto!
Já só viver me satisfaz
Se ela não me der pranto.

Quantos os anos ainda serão?
Quantas horas, quantos dias
Talvez a morte tenha razão
Acabe minhas agonias.
Assusta-me a noite escura
Assusta-me do inverno o gelo
Assusta-me a morte prematura
E a solidão que é pesadelo.

Hoje há  nuvem escura no caminhar
Amanhã, talvez novo dia a me alegrar!

natalia nuno

Submited by

quinta-feira, janeiro 6, 2011 - 22:12

Poesia :

No votes yet

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 31 semanas 6 dias
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Comentários

imagem de rainbowsky

Todos os instantes

Espero que o novo dia para a alegrar seja já hoje e não amanhã. Que sejam todos os dias.

Que sejam todas as horas e instantes.

Beijo

 

rainbowsky

imagem de natalianuno

Nosso caminho fica toldado e

Nosso caminho fica toldado e nos sentinos perdidos

mas logo passa....

Grata p'las palavras amigas.

beijo

imagem de marialds

Comentario

Uma poesia triste de alguém que espera só o desfecho final da vida.

Mas também fala da esperaça de algo poder matar a própria tristeza.

Linda.

imagem de natalianuno

Quem deu pela vida

Quem deu pela vida práticamente passada e se apercebe que o caminho já não

é longo, tem momentos melancólicos,

Obrigada p'las palavras carinhosas, bem hajas.

imagem de apsferreira

Um brilho de esperança

Muito bonito, este poema,

onde, entre as palavras de desânimo,

vislumbra-se com nitidez a esperança

como se escondida e temente.

Um belíssimo texto.

smiley

imagem de natalianuno

Meu obrigado

Pelo carinho e apreço a minha gratidão, para quem escreve

é bom saber  a opinião de quem nos lê.

abraço amigo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão adeus ao que não volta mais... 1 318 07/23/2019 - 17:47 Português
Fotos/História Templo de Ho Che Minh/Camboja 0 436 07/23/2019 - 15:41 Português
Fotos/Cidades Hong Kong 0 354 07/23/2019 - 15:33 Português
Poesia/Geral palavras d'água... 0 342 04/07/2019 - 13:18 Português
Poesia/Desilusão foi ao espelho e nunca mais voltou... 0 414 04/14/2016 - 17:46 Português
Poesia/Desilusão não matem os pássaros 0 543 04/14/2016 - 17:41 Português
Poesia/Desilusão pequena prosa poética 0 507 04/07/2016 - 00:11 Português
Poesia/Amor palavras por dizer... 0 477 04/05/2016 - 18:25 Português
Poesia/Amor passo o tempo a desejar-te 0 476 04/05/2016 - 18:18 Português
Poesia/Desilusão já não me sei... 2 519 04/05/2016 - 18:13 Português
Poesia/Geral tantas ilusões... 0 517 04/02/2016 - 17:29 Português
Poesia/Geral um resto de sonho... 0 709 01/25/2013 - 12:29 Português
Fotos/Cidades MOSCOVO-METRO 0 1.268 01/23/2013 - 01:13 Português
Fotos/História CHINA-MURALHA 0 1.336 01/23/2013 - 01:06 Português
Poesia/Meditação sonho dum momento só meu 6 868 01/23/2013 - 00:19 Português
Poesia/Geral desafio o silêncio 4 1.278 01/22/2013 - 00:58 Português
Poesia/Amor MEU AMOR 5 1.091 01/21/2013 - 16:36 Português
Poesia/Dedicado gosto de coisas simples 1 1.104 08/11/2012 - 20:19 Português
Poesia/Desilusão NO EXÍLIO DA MEMÓRIA 3 980 06/01/2012 - 19:44 Português
Poesia/Desilusão ESPELHO D'ÁGUA 1 814 04/26/2012 - 23:04 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O SONHO E O VAZIO 5 927 04/19/2012 - 22:13 Português
Poesia/Geral GOTAS DE ORVALHO 3 798 04/17/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral ALGUÉM ME ABRIU OS BRAÇOS 4 676 04/17/2012 - 18:53 Português
Fotos/Monumentos CATEDRAL D'UOMO MILÃO 0 4.336 04/13/2012 - 15:27 Português
Fotos/Monumentos Catedral de Milão 0 1.484 04/13/2012 - 15:22 Português