CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DESTINO

Este tempo não dá tréguas,
nem descanso!
Sucedem-se noites e dias
Pouca é a substância, já me canso
Revivo o passado em imaginação
as alegrias,
Sem esperança de vê-lo regressar
A amargura no coração
Exausta a ponto de parar.

Onde anda o céu cristalino?
A vida parece tempestade,
no encalço do destino.
Foi-se o sol a meio da manhã
Fez-se silêncio a meio da tarde.

Há quanto tempo caminho?
Avanço para o desconhecido
Ignoro onde me levam os passos,
nem adivinho...
Para trás sonhos e laços.
Por fim, o destino cumprido.

natalia nuno
 

Submited by

sábado, janeiro 8, 2011 - 20:32

Poesia :

No votes yet

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 31 semanas 6 dias
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Comentários

imagem de Susan

O destino desconhecido do ser

O destino desconhecido do ser , no poema do próprio poeta ...

Muito bom te ler !!!!

Beijos

Susan

imagem de natalianuno

Bom mesmo é receber teu

Bom mesmo é receber teu apreço.

Grata Susan, beijinho.

imagem de Henrique

Por fim, o destino cumprido.

O destino é muito mais comprido do que cumprido!!!

imagem de natalianuno

E nem sempre é como

E nem sempre é como gostaríamos que fosse,

mas é o nosso, foia assim que Deus destinou.

Obrigado Poeta

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão adeus ao que não volta mais... 1 318 07/23/2019 - 17:47 Português
Fotos/História Templo de Ho Che Minh/Camboja 0 436 07/23/2019 - 15:41 Português
Fotos/Cidades Hong Kong 0 354 07/23/2019 - 15:33 Português
Poesia/Geral palavras d'água... 0 342 04/07/2019 - 13:18 Português
Poesia/Desilusão foi ao espelho e nunca mais voltou... 0 414 04/14/2016 - 17:46 Português
Poesia/Desilusão não matem os pássaros 0 543 04/14/2016 - 17:41 Português
Poesia/Desilusão pequena prosa poética 0 507 04/07/2016 - 00:11 Português
Poesia/Amor palavras por dizer... 0 477 04/05/2016 - 18:25 Português
Poesia/Amor passo o tempo a desejar-te 0 476 04/05/2016 - 18:18 Português
Poesia/Desilusão já não me sei... 2 519 04/05/2016 - 18:13 Português
Poesia/Geral tantas ilusões... 0 517 04/02/2016 - 17:29 Português
Poesia/Geral um resto de sonho... 0 709 01/25/2013 - 12:29 Português
Fotos/Cidades MOSCOVO-METRO 0 1.268 01/23/2013 - 01:13 Português
Fotos/História CHINA-MURALHA 0 1.336 01/23/2013 - 01:06 Português
Poesia/Meditação sonho dum momento só meu 6 868 01/23/2013 - 00:19 Português
Poesia/Geral desafio o silêncio 4 1.278 01/22/2013 - 00:58 Português
Poesia/Amor MEU AMOR 5 1.091 01/21/2013 - 16:36 Português
Poesia/Dedicado gosto de coisas simples 1 1.104 08/11/2012 - 20:19 Português
Poesia/Desilusão NO EXÍLIO DA MEMÓRIA 3 980 06/01/2012 - 19:44 Português
Poesia/Desilusão ESPELHO D'ÁGUA 1 814 04/26/2012 - 23:04 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O SONHO E O VAZIO 5 927 04/19/2012 - 22:13 Português
Poesia/Geral GOTAS DE ORVALHO 3 799 04/17/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral ALGUÉM ME ABRIU OS BRAÇOS 4 676 04/17/2012 - 18:53 Português
Fotos/Monumentos CATEDRAL D'UOMO MILÃO 0 4.336 04/13/2012 - 15:27 Português
Fotos/Monumentos Catedral de Milão 0 1.484 04/13/2012 - 15:22 Português