CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Dilemas

Quem sabe? Quem pode saber?
O que dizer? Ou a quem dizer?
Talvez fosse para acontecer um beijo,
Sendo que sempre quis um pouco mais.
Talvez fosse para termos só olhares ou sorrisos,
Sendo que teus olhares faceiros me provocam, seu sorriso convida-me.
Talvez fosse para acontecer um pouco mais,
Mas você não permite contato,
Tenho tentado, mas tão pouco tens retribuído.
Talvez fosse para que nós não fossemos amigos,
Ou talvez somente amigos devêssemos ser,
Mas como controlar o que o instante transforma?
Como controlar o que o instante forma?
Mas enfim como controlar isso tudo que retorna?
Creio que o destino nos ensina com a dor
Mas ele também o faz com o amor
Acredito que para sermos felizes devemos ser um só
E para isso devemos misturar nossa essência
Sermos um único corpo
Fazendo uma aliança perpétua através da alma
O que fazer? Como fazer? Com quem fazer?
Dilemas rondam a mente a cada instante
Fazem refletir o que foi e o que há pra vir
Desejo um dia conseguir
Desviar o máximo possível do espírito da conveniência
Saber discernir o que se faz relevante
O que se é próprio do que se faz obstante
Basta-nos deixar conduzir pela mão da sabedoria
Para que nossos olhares, sorrisos e abraços possam ser eternamente
De ternura, carinho e afeto.
Se for o que basta pra sermos felizes que seja assim
Desejo pra você o que gostaria que acontecesse pra mim.

Submited by

sábado, janeiro 29, 2011 - 17:32

Poesia :

No votes yet

L.S. Paiva

imagem de L.S. Paiva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 17 semanas
Membro desde: 01/28/2011
Conteúdos:
Pontos: 526

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of L.S. Paiva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo Eterno teatro 7 1.054 06/03/2019 - 21:22 Português
Anúncios/Outros - Oferece-se Fragmentos - Uma nova forma de poesia... (1º Livro do Autor) 0 1.082 03/08/2011 - 04:18 Português
Poesia/Aforismo Suindara' 4 1.586 02/25/2011 - 15:31 Português
Poesia/Aforismo Voluntários 2 1.003 02/17/2011 - 15:15 Português
Poesia/Dedicado Impossível tradução 2 975 02/17/2011 - 15:11 Português
Poesia/Dedicado Não é tarde 2 921 02/17/2011 - 15:09 Português
Poesia/Dedicado Desabafo 2 731 02/17/2011 - 15:07 Português
Poesia/Geral Um novo desafio 4 981 02/17/2011 - 15:04 Português
Poesia/Geral Reflexos e reflexões 1 993 02/17/2011 - 05:56 Português
Poesia/Dedicado Pequeno presente 2 1.019 02/17/2011 - 05:16 Português
Poesia/Dedicado Abraço coletivo 2 958 02/17/2011 - 05:14 Português
Poesia/Dedicado Revelação 2 633 02/17/2011 - 05:00 Português
Poesia/Dedicado Revelação 2 705 02/17/2011 - 04:54 Português
Poesia/Geral É quando o jogo vira 2 936 02/17/2011 - 04:46 Português
Poesia/Aforismo A vida e seus conceitos 2 873 02/17/2011 - 04:44 Português
Poesia/Aforismo O que move o poeta 2 813 02/17/2011 - 04:42 Português
Poesia/Geral Não insista 2 732 02/17/2011 - 04:40 Português
Poesia/Geral Erros... 2 800 02/17/2011 - 04:37 Português
Poesia/Dedicado Esta declaração se procede 2 803 02/17/2011 - 04:33 Português
Poesia/Dedicado Surpresas 2 752 02/17/2011 - 04:30 Português
Poesia/Dedicado Surpresas 2 818 02/17/2011 - 04:28 Português
Poesia/Amor Inestimável é o poder de amar 2 809 02/17/2011 - 04:26 Português
Poesia/Geral Antecipação 2 971 02/17/2011 - 04:22 Português
Poesia/Geral A pior dor humana 2 664 02/17/2011 - 04:20 Português
Poesia/Dedicado Espero-te 2 832 02/17/2011 - 04:17 Português