CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Diplomacia

De diplomas na mão
Caem do céu
Vestido de altivez
Homens sem sonhos
Nos escombros
Da faculdade de uma vida
Sem mais nada…
Cegos
Surdos
Embebidos num só sentido
O efémero caminhar
Que ao chão os vai levar…

São sombras
Sem vida
Na vida de ambição
Que lhes pesa a mão…

Submited by

terça-feira, maio 4, 2010 - 21:12

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 11 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Conchinha

Re: Diplomacia

Remete-me para dois problemas:
1. O ensino superior (o meu filho vai ser doutor, porque o doutor vivia bem, lá na terra)- é um problema de umas gerações que está em vias de se extinguir.
Anos houve em que o mais que se sabia sonhar para um filho, era um diploma. Não há culpados. Foi assim.

2.O outro lado (agora que já sobram doutores)- a formação profissional certificada - podes saber fazer tudo e bem, que há-de sempre aparecer alguém, disposto a receber metade do teu ordenado, com mais um diploma. Os cursos, são tirados nas esquinas e há para todos os preços e gostos. Receio que o valor pague o diploma e não a formação.

Viva Portugal, a União Europeia...Ah! e o progresso

A conversa que um pequeno, grande poema gerou...

Beijo para ti

imagem de Henrique

Re: Diplomacia

O verso da sombra!!!

:-)

imagem de nunomarques

Re: Diplomacia

São vazios com ambição de serem, sem sentirem.

Gostei muito.

Abraço
Nuno

imagem de Clarisse

Re: Diplomacia

Estes seres não têm realmente outro fim que não, sucumbirem sozinhos no meio do seu egocentrismo.

Belíssimo poema!

Beijo,
Clarisse

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.308 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.335 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 810 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.053 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.386 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 934 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.621 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 826 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 536 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.112 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.104 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.091 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 911 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.621 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 1.007 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.210 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.593 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.277 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.275 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.157 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.033 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.193 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.580 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.920 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.698 09/19/2011 - 15:25 Português