CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ENTREGA


ENTREGA

Mergulho nas palavras, vou meditando
Preencho o vazio, faço trovas ao Amor
Sangue nas minhas veias transbordando
E eu, me vou sentindo Poeta e Trovador!

Entrego-me às palavras com ternura
Regresso ao passado, falo do presente
Finjo que a morte me ignora, e o sonho dura!?
E ao Amor me entrego. Só quem ama sente.

Palavras que não calam, que são meu caminho
Meus dedos fiéis, meu olhar perde-se cego
Meus astros as tecem à noite com carinho.

Me envolvo com as estrelas dos céus,
Sorrio ao Mundo e à Vida não me nego!?
Faço com palavras oração e, vou até Deus.

 

natalia nuno

 


 

Submited by

quarta-feira, janeiro 5, 2011 - 19:24

Poesia :

No votes yet

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 31 semanas 5 dias
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Comentários

imagem de natalianuno

Soneto não é fácil , nem

Soneto não é fácil , nem sempre corre fluído e

desempedido, mas me apraz az criar um de quando em quando.

Obrigado pelo apreço.

imagem de apsferreira

Um poema lindo, vivido

Um poema lindo, vivido e

escrito com alma, de poeta.

Gostei, verdadeiramente.

smiley

imagem de Henrique

às palavras com ternura

Uma totalidade que só os poetas sorvem dessa entrega!!!

:-)

imagem de natalianuno

Obrigado pela sensibilidade e

Obrigado pela sensibilidade e pelo apreço.

Abraço

imagem de rainbowsky

Alma

Uma entrega com alma e sensibilidade de quem realmente sente!

 

beijo

 

rainbowsky

imagem de natalianuno

Só quem ama a poesia, sente

Só quem ama a poesia, sente este prazer de criá-la.

E a recompensa está no carinho dos amigos

agradeço tuas palavras.

beijo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão adeus ao que não volta mais... 1 317 07/23/2019 - 17:47 Português
Fotos/História Templo de Ho Che Minh/Camboja 0 433 07/23/2019 - 15:41 Português
Fotos/Cidades Hong Kong 0 353 07/23/2019 - 15:33 Português
Poesia/Geral palavras d'água... 0 341 04/07/2019 - 13:18 Português
Poesia/Desilusão foi ao espelho e nunca mais voltou... 0 412 04/14/2016 - 17:46 Português
Poesia/Desilusão não matem os pássaros 0 542 04/14/2016 - 17:41 Português
Poesia/Desilusão pequena prosa poética 0 505 04/07/2016 - 00:11 Português
Poesia/Amor palavras por dizer... 0 476 04/05/2016 - 18:25 Português
Poesia/Amor passo o tempo a desejar-te 0 476 04/05/2016 - 18:18 Português
Poesia/Desilusão já não me sei... 2 519 04/05/2016 - 18:13 Português
Poesia/Geral tantas ilusões... 0 517 04/02/2016 - 17:29 Português
Poesia/Geral um resto de sonho... 0 707 01/25/2013 - 12:29 Português
Fotos/Cidades MOSCOVO-METRO 0 1.267 01/23/2013 - 01:13 Português
Fotos/História CHINA-MURALHA 0 1.334 01/23/2013 - 01:06 Português
Poesia/Meditação sonho dum momento só meu 6 868 01/23/2013 - 00:19 Português
Poesia/Geral desafio o silêncio 4 1.278 01/22/2013 - 00:58 Português
Poesia/Amor MEU AMOR 5 1.089 01/21/2013 - 16:36 Português
Poesia/Dedicado gosto de coisas simples 1 1.102 08/11/2012 - 20:19 Português
Poesia/Desilusão NO EXÍLIO DA MEMÓRIA 3 979 06/01/2012 - 19:44 Português
Poesia/Desilusão ESPELHO D'ÁGUA 1 814 04/26/2012 - 23:04 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O SONHO E O VAZIO 5 927 04/19/2012 - 22:13 Português
Poesia/Geral GOTAS DE ORVALHO 3 797 04/17/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral ALGUÉM ME ABRIU OS BRAÇOS 4 676 04/17/2012 - 18:53 Português
Fotos/Monumentos CATEDRAL D'UOMO MILÃO 0 4.332 04/13/2012 - 15:27 Português
Fotos/Monumentos Catedral de Milão 0 1.482 04/13/2012 - 15:22 Português